Nerds

Por Ana Lucia Santana
A expressão "nerd" pode ser usada de várias formas. A mais comum é a que define, de maneira preconcebida e preconceituosa, às vezes até desdenhosamente, aqueles que optam por tarefas que exigem um grande esforço mental, consideradas eruditas demais para a faixa etária deles, deixando de lado eventos mais voltados ao lazer.

Infelizmente essas pessoas são comumente marginalizadas, privadas de encargos físicos e vistas como seres solitários, mas na verdade são isoladas pelos outros. Como elas se dedicam demais a determinadas atividades, e são quase sempre excluídas do convívio social, muitas vezes adquirem tendências anti-sociais, por não saberem como agir com seus colegas, e um certo jeito confuso, estabanado.

Há várias espécies de nerds. Os geeks se dedicam exclusivamente à tecnologia, aos conhecimentos científicos e à informática; os gamers são obsessivos jogadores de vídeo games; os RPGistas disputam devotadamente Role Playing Games (RPG); os Fanbase ou Fandom, grupos de fãs de uma certa obra, por exemplo, os adoradores do mundo de O Senhor dos Anéis ou do circuito Star Wars.

big_bang_theoryUma série televisiva muito aclamada atualmente, The Big Bang Theory, retrata justamente o universo destes nerds, mesclando os geeks e os fandom, brincando um pouco com a história de quatro cientistas geniais que vivem apenas para seus projetos científicos, encontram-se excluídos da vida em sociedade e a cada passagem dos episódios que protagonizam, trazem à tona informações detalhadas sobre a esfera da imaginação e da fantasia, evocando os fãs de obras fictícias.

O termo Nerd foi adotado a partir de fins dos anos 50 no MIT – Massachusetts Institute of Technology. Há quem afirme também que ele provém da expressão Northern Electric Research and Development (Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento da Companhia Northern Electric do Canadá, hoje conhecido como Nortel), referindo-se aos funcionários do laboratório de tecnologia, os quais não dormiam para concluir mais rapidamente seus estudos.

Apenas nos anos 60 a palavra Nerd assumiu um significado depreciativo, atribuído àqueles que são considerados excepcionalmente inteligentes, deficientes na interação social, à margem das regras impostas pela sociedade. Hoje, porém, esse título está sendo cada vez mais requisitado por comunidades voltadas aos gostos mais exclusivistas, para que assim seus integrantes possam assumir uma identidade que os ajudem no reconhecimento mútuo.

Atualmente esta categoria parece estar na moda. As pessoas não se importam mais em serem definidas desta forma, e chegam até mesmo a se auto-denominarem nerds. Prova disso é o sucesso inesperado de séries e filmes que abordam esta temática e a proliferação de blogs criados por estes grupos, inclusive alguns premiados pelos internautas.

Ao contrário do que é  divulgado nas produções artísticas que apresentam personagens nerds, eles não são assim tão facilmente identificados, pois não apresentam um figurino específico, não cultivam os mesmos gostos musicais, não estão sempre presentes nos mesmos ambientes, embora possam ser facilmente encontrados em reuniões relacionadas às histórias em quadrinhos e às obras de ficção científica.

Fontes:
SCIFI NEWS – Cinema, TV, DVD – Ano 13 – Edição 140 – Outubro 2009.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Nerd