Condições Normais de Temperatura e Pressão (CNTP)

Por Ana Maria da Luz
Uma substância quando está no estado gasoso não tem volume próprio, o seu volume é o mesmo do recipiente que ocupa, pois preenche o volume total do recipiente. A colisão das moléculas de um gás  com as paredes do recipiente, denomina-se pressão, já a temperatura é a medida de agitação molecular.

A equação dos gases ideais é dada por:

PV= nRT

onde:

  • P= Pressão
  • V=volume
  • N= Número de mols
  • R= Constante universal de um gás ideal = 0,082 atm.L K-1 Mol-1
  • T= Temperatura em Kelvin
  • Para um gás ser um gás ideal é preciso diminuir a sua pressão e ao mesmo tempo aumentar a sua temperatura.

Transformações dos gases

Existem quatro tipos de transformações: Isotérmica, Isobárica, Isovolumétrica ou Isocórica e Adiabática

  • Isotérmica: onde a temperatura é constante e a pressão e o volume são inversamente proporcionais
  • Isobárica: a pressão é constante, mas o volume e a temperatura são diretamente proporcionais.
  • Isométrica, Isovolumétrica ou Isocórica: o volume é constante mas, a Pressão e a Temperatura são diretamente proporcionais.
  • Adiabática: São transformações que ocorrem sem troca de calor.

Para padronizar os valores e unidades de temperatura e pressão dos gases existe a CNTP, sendo essa a sigla dada á Condições Normais de Temperatura e Pressão, cujos valores são:

  • 1 atm para pressão
  • 0 (zero) °C ou 273 Kelvin para temperatura.

No entanto há controvérsias a esse respeito, pois, no ano de 1982 a União Internacional da Química Pura (IUPAC)  especificou que o valor padrão para pressão seria de 105 Pa= 100.000 Pascal = 100KPa que corresponde à 1 bar.

Existe também a CPTP (Condições Padrão de Temperatura e Pressão) que diz que a condição padrão de temperatura é o mesmo da CNTP (273 Kelvin), mas o valor da pressão sendo de 1 atm = 101 325 Pa . Mas, em 1990 a  IUPAC padronizou o valor padrão de temperatura que seria de 273,15 Kelvin  e o mesmo valor para pressão, (105 Pa).

Até 1982 as duas siglas eram sinônimos, após essas atualizações é preciso saber diferenciar as duas siglas. De modo geral a maioria dos livros indicam a CNTP como pressão de 1 atm à zero graus ou 273 Kelvin de temperatura, mas alguns autores mostram  a CNTP como 105 Pa e 273,15 K.

Se formos analisar o Sistema Internacional de unidades (SI),  a unidade de medida para a pressão é pascal Pa e não atm, sendo assim, as condições normais de temperatura e pressão no Si seriam de 105 Pa= 100 000 Pascal = 100KPa e 273,15 Kelvin  para a temperatura.

Referências:
LOURENÇO, Leandro Maranghett, PONTES,  Paulo Marcelo. O Uso da Terminologia Normal e Padrão, 2007.