Hugo Chávez

Ensino Superior em Comunicação (Universidade Metodista de São Paulo, 2010)

Hugo Chávez foi político, militar e o 56º presidente da Venezuela durante o período de 1999 a 2013, quando faleceu. Era adepto do bolivarianismo e promoveu o socialismo do século XXI. Casou-se duas vezes e teve quatro filhos.

Hugo Chávez.

Hugo Rafael Chávez Frías nasceu dia 28 de julho de 1954 na cidade de Sabaneta, em Barinas, na Venezuela. A família era de origem modesta, seu pai Hugo de los Reyes Chávez e sua mãe Elena Frías eram professores primários.

Chávez iniciou os estudos no Grupo Escolar Julián Pino e concluiu o ensino secundário no Liceu Daniel Florencio O'Leary. Com 17 anos ingressou na Academia Militar da Venezuela e em 1975 graduou-se em Ciências e Artes Militares, na área de Engenharia. Seguiu a carreira militar e atingiu o posto de tenente-coronel. Ocupou diversos cargos nas Forças Armadas e foi comandante do batalhão de paraquedistas. Tinha ideologia revolucionária e era contra o governo civil, conspirando com outros militares para derrubar o poder. Em dezembro de 1982 foi um dos criadores do Movimento Bolivariano Revolucionário 200 (MBR-200), inspirado em Simón Bolívar e de forte orientação nacionalista e esquerdista.

A Venezuela enfrentou situações complicadas durante a década de 1980, uma grave crise econômica se instaurou no país. Inflação e desemprego causaram violentas manifestações das classes populares de Caracas, que foram duramente reprimidas pelo Exército causando centenas de mortes.

No dia 4 de fevereiro de 1992 Chávez liderou um golpe de estado para derrubar Carlos Andrés Pérez, o presidente eleito. Houve a intervenção do Exército e Chávez terminou sendo preso e condenado a dois anos de prisão.

Na época concedeu uma entrevista em rede nacional de televisão, orientando seus companheiros a depor as armas, pois a “missão deles havia fracassado por enquanto”. Essa aparição o tornou popular e mobilizou uma campanha no país pela sua libertação. Em maio de 1993 o Parlamento destituiu o presidente Andrés Pérez do poder por envolvimento em corrupção.

Rafael Caldeira assumiu a presidência e anistiou Chávez, conforme a vontade do povo. Em liberdade, Chávez decidiu abandonar as Forças Armadas e fundou o Movimento V República (V significando quinta), o MVR. Dedicou-se exclusivamente a política, viajando pelo país e divulgando propostas que buscavam combater duramente a corrupção do sistema e usar a riqueza do petróleo para recuperar a economia do país.

A população enfrentava um momento tenso e encontrou em Chávez o possível defensor de um governo nacionalista e preocupado com os mais pobres. Enquanto a oposição o acusava de iludir o povo, Chávez ganhou prestígio dos partidos de esquerda e a simpatia da população, vencendo a eleição presidencial disputada em 1998 com 56% dos votos. Assumiu a presidência em fevereiro de 1999 para cumprir um mandato de cinco anos, colocando fim no ciclo de quatro décadas dominadas pelos partidos tradicionais. Essa mudança trouxe a reforma da Constituição do país por meio de uma Assembleia Constituinte redigida e promulgada por políticos que apoiavam Chávez. Assim foi aprovada a “Constituição Bolivariana da Venezuela”, que eliminou o Senado, ampliou o mandato presidencial para seis anos e renomeou oficialmente o país como “República Bolivariana da Venezuela” – Bolivariana em referência a Simón Bolívar. Chávez foi reeleito presidente em 2000 e 2006 e enfrentou uma tentativa de golpe de estado em 2002, mas voltou ao poder três dias depois.

Em catorze anos de presidência Chávez controlou a maioria do Parlamento, os governos estaduais e municipais. Expropriou empresas, indústrias e fazendas. Perseguiu e prendeu opositores, estatizou as telecomunicações e a energia.

Restringiu a participação das multinacionais na exploração do petróleo e enfrentou apagões elétricos, falta de água e escassez de alimentos.

Os índices apontam que a situação de pobreza diminuiu, porém a economia do país foi baseada no petróleo e fica sujeita aos impactos conforme a variação do valor do produto.

Em 2011 o político foi diagnosticado com câncer na região pélvica, tratou-se durante dois anos e não resistiu. Faleceu dia 5 de março de 2013 em Caracas.

Seu velório durou três dias, reunindo grande multidão e chefes de Estado.

O mausoléu de Hugo Chávez encontra-se no Museo Quartel de La Montana, em Caracas.

Leia também:

Fontes:

http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL980475-5602,00-EM+DECADA+DE+CHAVEZ+POBREZA+CAIU+NA+VENEZUELA.html

https://www.ebiografia.com/hugo_chavez/

https://pt.wikipedia.org/wiki/Hugo_Ch%C3%A1vez

Arquivado em: Biografias