Como grifar um texto do jeito certo

Você começou a estudar agora e não sabe como grifar corretamente os textos? Está em dúvida em qual parte e mais importante ou o que deve ser grifado?

Neste artigo vou explicar como deve fazer para grifar corretamente seus textos, mostrar para que serve grifar um texto e passar várias dicas práticas.

Antes vamos esclarecer uma coisa...

Foto: Jackhallz / Shutterstock.com

Grifar não ajuda no aprendizado, mas é importante

Grifar na verdade não é tão eficaz para o aprendizado, e diversas pesquisas na área tem mostrado isso. Na verdade, escrever é muito mais importante. Então, talvez agora você pergunte:

Mas então, para que eu devo grifar os textos professor Piccini?

Vou responder com muita clareza, é importante principalmente para tornar seu aprendizado mais produtivo. Quando mencionei acima que grifar não é tão eficaz, não significa que ele não ajude, só que sua importância é maior em ganhar tempo para selecionar o conteúdo para uma revisão posterior.

Imagina que tenha que revisar o que estudou na semana passada. Ao invés de pegar o livro e ficar procurando todo o conteúdo para estudar, vai diretamente nas partes grifadas e seleciona o que é mais importante.

Além disso, se estiver fazendo uma grande quantidade de pesquisas as partes marcadas ajudam ganhar tempo para encontrar o que precisa.

Agora que já possui essas informações vamos definir o que merece ser grifado.

Que informações grifar em um texto?

Primeiramente, não grife um parágrafo inteiro. Se fizer isso está completamente errado. Deve-se grifar apenas palavras chave e conceitos chave do texto, para destacar os termos que o autor considera mais importante no livro.

Tente grifar apenas palavras e no máximo períodos completos que explicar pequenos partes do texto. Por exemplo, digamos que está realizando a leitura de um livro técnico, especifico de uma área, com o título “Como são as macieiras”, neste caso subentendemos que os principais termos dentro da obra sejam:

  • Maçã
  • Macieira
  • Árvore
  • Semente
  • Fruto

Perceba, essas palavras, provavelmente aparecerão por diversas vezes na obra e merecem uma atenção especial, é preciso verificar em qual contexto estão inseridas. Estes termos devem ser grifados e de preferência como o autor explica cada um destes termos, assim é possível iniciar a compreensão da ideia geral que existe por de trás de toda a obra.

O que fazer com as partes grifadas?

Estas partes grifadas serão usadas principalmente em uma revisão, se estiver estudando para alguma prova, ou para pesquisas futuras e até mesmo se estiver produzindo algum artigo.

Vamos focalizar aqui no caso da revisão para provas e o que poderá ser feito com estas partes grifadas, seguem algumas sugestões:

  • Produzir uma pequena síntese dos capítulos do livro usando as partes grifadas;
  • Usar as partes grifadas para criar perguntas a serem respondidas no momento de revisão;
  • Criar um mapa mental somente com os termos grifados.

Assim, utilizando qualquer uma destas técnicas, estará se envolvendo mais com o conteúdo e assim conseguirá memorizar ainda mais o que está estudando.

Entenda apenas que quaisquer técnicas que use precisa ser realizada de forma sistemática. Não pense que fazer apenas uma vez vai resolver tudo. O aprendizado acontece de forma espaçada, quanto mais se envolve e estuda, mais fácil é aprender e memorizar o conteúdo.

Conclusão

Espero que este artigo tenha deixado claro como grifar corretamente e ter melhores resultados com isso. Lembre-se que não adianta usar técnicas que não tragam benefícios para sua aprendizagem, por isso deixei claro como deve fazer.

Além disso, é importante agora colocar em prática, se familiarizar com a forma de grifar. Assim, aos poucos descobrirá qual a forma que prefere grifar. Cada pessoa tem sua forma de aprender, o que procurei mostrar para você é apenas um norte para que dê o primeiro passo ainda hoje.

Arquivado em: Educação