Anjo Caído

Gabriel Allon decidiu se afastar do serviço secreto depois de ter sido quase eliminado em seu trabalho mais recente. O ex-agente de Israel agora se dedica a uma nova profissão, a de restaurador de arte. Com o objetivo de resgatar uma das maiores preciosidades de Caravaggio, ele se abriga no Vaticano.


Claudia Andreatti é uma curadora brilhante e respeitável. Ela também está trabalhando para o Vaticano. Sua nova missão consiste em averiguar a veracidade das obras de arte da Igreja. É uma tarefa minuciosa, de longa duração e muito arriscada. Quando Claudia iria finalmente transmitir uma revelação fundamental ao Monsenhor Luigi Donati, o assessor do Papa, o corpo foi encontrado sem vida sob o domo de Michelangelo.

Nesta mesma manhã Allon é convocado a comparecer na Basílica de São Pedro. Donati não crê na hipótese do suicídio da doutora e pede ao ex-espião que promova uma diligência sutil sobre o trágico evento, desde que observe a norma principal do Vaticano, não perguntar demais.

Não demora muito para que o protagonista descubra que Claudia tinha se deparado com informações confidenciais que colocavam em xeque uma instituição internacional enredada com negociações clandestinas de obras de arte antigas. Sem imaginar onde suas investigações o conduziriam, Gabriel se viu diante da necessidade de evitar que ocorra um ataque arrasador. Este atentado teria o potencial de envolver o Planeta em um confronto de proporções apocalípticas.

O ex-agente já tinha, no passado, impedido a morte do papa e desta vez seria obrigado a evitar que a honra da Igreja fosse maculada de uma vez por todas. Gabriel mergulha em uma jornada perigosa que o conduz a um ladrão de sepulcros, ao proprietário de uma galeria de arte, a um diplomata do Irã e, finalmente, a um imã que tem o objetivo de provocar a Terceira Intifada.

O autor compôs uma envolvente mistura de arte, história e conspirações. Gabriel é considerado o Anjo Caído, o homem do mundo no Vaticano, e caberá a este anjo guiar o leitor por passagens sombrias do Vaticano, pistas de esqui sofisticadas em St. Moritz, belas avenidas de Berlim e Viena, e por outras paisagens fascinantes.

Daniel Silva descende de açorianos que há décadas partiram para os Estados Unidos e se fixaram em Massachussets. O autor viveu sua meninice entre pescadores e afirma ter compreendido o significado do trabalho, da cooperação e da crença em Deus através desta convivência.

O autor publicou até agora oito livros, todos sucessos de venda que alcançaram o topo da lista do New York Times. Anjo Caído é o décimo segundo livro da saga Gabriel Allon. Daniel atuou como produtor executivo da programação da CNN em Washington e foi designado em 1987 para trabalhar como correspondente no Médio Oriente, mais precisamente no Cairo.

Fontes:
http://www.portaldaliteratura.com/autores.php?autor=493
http://www.editoraarqueiro.com.br/livros/ver/225

Arquivado em: Livros