Círculo - Trilogia Engelsfors

Para quem está buscando uma ficção impactante, dirigida para jovens leitores, esta nova série fantástica é mais que recomendada. Tudo se passa na pequena cidade de Engelsfors, localizada na Suécia. Neste povoado seis garotas cursam o mesmo colégio, porém elas não mantêm qualquer laço de amizade.


Mas, em uma noite misteriosa, iluminada por um luar da cor do sangue, Minoo, Vanessa, Linnéa, Rebecka, Anna-Karin e Ida se encontram em um parque de diversões desativado, sem saber como foram parar neste lugar. Um estranho magnetismo praticamente as obrigou a deixar suas residências no meio da noite e a caminhar na direção deste antigo centro de lazer.

Entre elas vemos a garota obesa, alvo de chacotas; a menina popular entre os garotos, invejada por todos; a fofoqueira, que só encontra a felicidade quando atormenta os mais fracos; a nerd; a menina considerada estranha pelos demais. Enfim, é uma turma bem diversificada que deste momento em diante terá que permanecer coesa por uma ótima razão. Todas elas são bruxas, conectadas por uma mensagem profética.

Quando vários estudantes da cidadezinha começam a se matar, elas não têm outro caminho senão se aliar e aprender a utilizar os dons recém-descobertos da melhor maneira possível.  Simultaneamente as jovens terão que enfrentar os desafios da própria adolescência.

Este é o primeiro livro da trilogia Engelfors, um empreendimento literário que já chega ao Brasil consagrado pelas vendas dos direitos de tradução a vinte países. Aqui o leitor vai se deparar com personagens realmente incisivos. Nem todas as garotas geram empatia com o leitor, mas é justamente aí que reside o diferencial desta história.

As seis personagens principais são perfeitamente estruturadas. Os autores apresentam no texto um estilo direto e não poupam o leitor de passagens chocantes. Justamente por isso as garotas, algumas insolentes, até mesmo grosseiras, e outras repletas de ódio, tornam-se inesquecíveis.

Os diálogos são econômicos e a trama é ágil, fluente. O único porém é que os autores não dedicam muito espaço aos elementos mágicos, talvez por pretenderem apenas apresentar melhor cada personagem e seu contexto sombrio.

Mats Strandberg é escritor e jornalista. Em 2004 ele conquistou o prêmio Colunista do Ano pela Sveriges Tidskrifter, a Associação Sueca de Editores de Revistas. Ele nasceu no ano de 1976, na cidade de Fagersta, na Suécia, e foi para Estocolmo em 1992; o autor ainda reside neste centro urbano.

Sara Bergmark Elfgren é graduada em cinema e iniciou sua trajetória profissional como roteirista. Ela nasceu no ano de 1980, em Estocolmo, e aí reside com seu esposo até hoje. Com este livro ela dá início a sua carreira literária. Hoje a escritora se dedica a adaptar o romance às telas dos cinemas.

Fontes:
http://www.intrinseca.com.br/site/autores_ficha.php?autorid=179
http://www.eltemplodelasmilpuertas.com/critica/circulo-engelsfors/638/
http://paixaoporlivros-vick.blogspot.com.br/2013/11/circulo-engelfors-vol1-sara-b-elfgren.html

Arquivado em: Livros