Elantris

Elantris é a cidade atingida por uma terrível e misteriosa maldição, na qual transcorre boa parte da trama. Ela era considerada a região das divindades, pois uma graça divina, a Shaod, convertia seus habitantes em semideuses. Mas há dez anos tudo se modificou drasticamente e o encantamento que pairava no ar sofreu uma transformação e passou a transmutar os tangidos pela antiga magia em criaturas desprovidas de vida e de sensações pessoais.


Eles passaram por uma terrível metamorfose, virando mortos-vivos; Elantris tornou-se uma necrópole de zumbis. Três seres se destacam neste cenário: Raoden, Sarene e Hrathen, figuras mais surpreendentes que a própria cidade. Eles buscam, por caminhos diferentes, encontrar uma forma de eliminar a trágica sina.

Raoden deseja, acima de tudo, se libertar do estado terrível em que se encontra. Sarene, por outro lado, esforça-se para compreender o que se abateu sobre sua existência e busca uma maneira de resgatar seu pretendente. Entre essas duas trajetórias insere-se o adversário Hrathen, inimigo da jovem e portador de um polêmico fascínio.

Cada um deles apresenta um percurso excepcionalmente plausível, embora bem incomum. Os focos vão se modificando e o leitor terá a oportunidade de, gradualmente, oferecer sua cumplicidade a um dos três personagens. Claro que, se não se identificar com nenhum deles, será quase impossível mergulhar na história.

No thriller destaca-se Sarene, a figura mais rica e primorosa do trio. Seu desempenho realça ainda mais quando ela contracena com Hrathen. Mesmo diante do alto-sacerdote da Shu-Dereth a jovem ganha notoriedade como altiva antagonista política. Os duelos de ambos são as passagens mais intensas da história.

O autor constrói muito bem o universo no qual se desenrola a narrativa, e os personagens são também arquitetados com primor. É genial a ideia de aliar uma cidade medieval a criaturas mortas-vivas. E o desenvolvimento da premissa é igualmente bem concebido. Apesar da história levar algum tempo para envolver o leitor, ela logo encontra o ritmo perfeito.

Brandon Sanderson nasceu na cidade de Lincoln, em Nebraska, nos Estados Unidos, no ano de 1975. Em sua infância o autor já era apaixonado por livros, mas perdia o interesse sempre que se deparava com as obras que lhe eram sugeridas, especialmente no ambiente escolar.

No nível secundário ele nunca abria um livro quando era possível evitar, mas tudo mudou quando atingiu a oitava série. Mrs. Reader, uma professora astuta, deu a Brandon uma história da autora Barbara Hambly intitulada Dragonsbane. A partir daí ele passou a buscar narrativas similares. Sanderson publicou sua primeira ficção, Elantris, no dia 21 de abril de 2005, pela editora Tor Books.

Fontes:
http://www.sobrelivros.com.br/info-elantris-brandon-sanderson/
http://iradex.net/1670/elantris-de-brandon-sanderson-resenha
http://en.wikipedia.org/wiki/Brandon_Sanderson
http://www.brandonsanderson.com/about

Arquivado em: Livros