O Presente

Como é muito comum em nossos dias, Lou Suffern atravessa dia-a-dia uma rotina estressante. Ele passa o tempo brigando com o relógio, preocupado com o futuro, ansioso com o amanhã. O protagonista tem uma agenda maluca; o tempo todo ele tem pelo menos dois compromissos marcados na mesma hora e duas atividades a desempenhar.


Nunca vive o agora. Nem mesmo durante o sono, quando seus sonhos são povoados pelos planejamentos do dia posterior. Até ao lado da mulher e dos filhos Lou permanece com os pensamentos distantes. Em uma manhã invernal, ele conhece Gabe, um sem-teto. Ele o encontra descansando no solo coberto de neve, na parte externa do vasto prédio onde o protagonista desenvolve sua carreira profissional.

À medida que eles avançam no diálogo, Lou estranha o que Gabe relata sobre os trabalhadores da sua empresa. Ele parece saber tudo sobre cada funcionário. Na expectativa de dominar essas informações e os próprios companheiros de profissão, Lou arruma um trabalho para Gabe junto dele.

Pouco tempo depois, porém, o empresário lamenta sua decisão; algo no antigo morador de rua o incomoda. Ele tem a impressão de que Gabe está sempre em dois espaços diferentes na mesma hora. Sem dizer que o ex-mendigo faz uns pronunciamentos muito estranhos, como se estivesse o tempo todo informado sobre o que não poderia estar.

Assim que, finalmente, Lou começa a descobrir a verdadeira identidade de Gabe, e seu papel na existência humana, ele se dá conta de que irá atravessar uma árdua provação. Este livro fala, acima de tudo, sobre a autodescoberta, a renovação interior de uma pessoa.

Este livro é emocionante, comovente e nos deixa uma impressão singular ao final da leitura. Desde o começo é notório que a intenção da autora é dar um presente ao leitor e igualmente aos seus personagens, daí o título da obra. Ela enfoca habilmente os autênticos princípios morais que regem a existência humana e nos leva a meditar sobre primazias, o cotidiano, ganância, a passagem do tempo e, sobretudo, fé.

Cecelia Ahern se graduou em Jornalismo e na área de Comunicação. Com apenas 21 anos ela se tornou autora consagrada com a obra P. S. Eu te Amo, sucesso em várias partes do mundo e adaptada ao cinema. Em seu currículo constam também os livros A Vez da Minha Vida, Onde Terminam os Arco-Íris, Aqui é o Melhor Lugar, Se Você Me Visse Agora e As Suas Lembranças São Minhas. Atualmente a escritora reside em Dublin, na Irlanda, ao lado de seus familiares.

Fontes:
http://www.livrosefuxicos.com/2013/11/resenha-o-presente-cecelia-ahern.html

Arquivado em: Livros