Ruínas do Tempo

Transcorre o ano de 1962. Em uma trilha pedregosa da costa da Itália, uma miragem surge diante dos olhos do jovem proprietário de um hotel da região. Do mar que banha a Ligúria desponta uma embarcação e, em seu interior, navega uma linda mulher. Logo o protagonista saberá que ela é uma famosa atriz norte-americana e está à beira da morte.


Após esse encontro fugaz a trama salta para os dias de hoje, em um lugar distante. Um velho senhor de origem italiana entra em um estúdio cinematográfico em busca da mesma enigmática personagem feminina. Ele a conheceu há algumas décadas, nas proximidades de seu hotel.

Desse momento em diante desenrola-se uma história de amor fascinante e bela, a qual se passa ao longo de cinquenta anos e inclui algumas existências. Dos bastidores da produção do filme Cleópatra ao movimentado Edinburgh Fringe Festival, Walter ilumina com suas palavras uma intrincada rede de personagens memoráveis.

Assim, essa história é povoada pelo proprietário de uma instituição hoteleira na Itália e sua paixão por uma mulher que tem o paradeiro desconhecido; um produtor que um dia teve o mérito de unir esses dois apaixonados, e até hoje se mantém em bom estado físico; sua jovem e sonhadora assessora; o escritor que outrora pertenceu às forças armadas; o dissoluto Richard Burton e seus desejos, os quais ditam o desenvolvimento de toda a trama. E, pelo tempo afora, vários apaixonados e idealistas, personalidades famosas e fracassados que também preenchem o enredo.

Esta obra, genialmente criativa e admirável, foi um dos maiores êxitos do mercado editorial norte-americano em 2012. A narrativa, que aborda os bastidores das produções cinematográficas, integrou a lista dos melhores livros editados neste ano nos EUA em inúmeros jornais e revistas, tais como o New York Times, onde ocupou o primeiro lugar, o Washington Post, a Esquire, o Entertainment Weekly e o Publishers Weekly. É o primeiro livro do autor a ser publicado no nosso país.

No mês de abril o veículo Variety publicou que o livro ganhará uma versão cinematográfica. Outro livro do autor, The Financial Lives of the Poets,  ainda não traduzido para o português, está também sendo adaptado para as telas dos cinemas, e será protagonizado por Jack Black.

Jess Walter é um autor que já conquistou vários prêmios, lançou seis romances e uma obra de não ficção. Seus livros já foram vertidos para mais de vinte línguas, enquanto os ensaios, as peças ficcionais de curta extensão, as críticas e os artigos jornalísticos vêm preenchendo uma vasta quantidade de jornais e de revistas. O escritor reside com a mulher e os três filhos na cidade de Spokane, em Washington.

Fontes:
http://www.record.com.br/ruinas/
http://revistadecinema.uol.com.br/index.php/2013/08/ruinas-do-tempo/
http://www.record.com.br/autor_sobre.asp?id_autor=6855

Arquivado em: Livros