Odontologia veterinária

Mestre em Ciência Animal (UFG, 2013)
Graduada em Medicina Veterinária (UFG, 2010)

A odontologia é uma das especialidades da medicina veterinária, que tem se desenvolvido progressivamente. Os profissionais da área tratam as principais alterações morfológicas e patológicas que acometem a dentição e a cavidade oral dos animais. Com o estreitamento da relação entre os seres humanos e os animais de companhia houve um aumento significativo na atenção à saúde dos mesmos; consequentemente, os profissionais da área precisaram se especializar e qualificar para suprirem essa necessidade.

Foto: PRESSLAB / Shutterstock.com

A doença dentária não pode mais ser negligenciada, pois percebe-se que ela acomete animais do mundo inteiro e causa muitos impactos na saúde e no bem-estar desses. Os estudos mostram que mais de 70% dos cães e dos gatos já apresentam alterações dentárias aos 3 anos de idade, ao considerar-se a atual longevidade desses animais, nota-se que os cuidados odontológicos precisam de uma maior importância.

A maioria das afecções orais apresentam sinais clínicos como dor, hipersalivação, sangramento gengival, halitose, cálculos dentários, ulcerações na mucosa oral, alterações mastigatórias, o apetite pode se tornar seletivo e os animais podem até mesmo manifestar alterações comportamentais, como agressividade. Muitas vezes esses sinais não são perceptíveis aos tutores dos animais, o que por conseguinte se transforma em um processo patológico crônico e mais difícil de ser revertido.

Sabe-se que a doença periodontal e a endodôntica cursam com alta carga bacteriana, que se não tratadas provocam a ativação constante do sistema imunológico, o que em longo prazo desencadeia uma imunossupressão. Além disso, esses micro-organismos podem alcançar a corrente sanguínea e se disseminarem para vários órgão, onde provocam consequências.

A odontologia veterinária abrange também a parte de ortodontia, que não trata apenas a estética, mas também as alterações no padrão de alinhamento entre a mandíbula e a maxila e entre os próprios dentes, que podem gerar, secundariamente, lesões nas estruturas anexas. A ocorrência de traumatismos de mandíbula e maxila são comuns em cães e gatos, seja por briga ou por acidentes veiculares, nesse contexto, o tratamento especializado é importante para se prevenir alterações anatômicas que prejudiquem a mastigação ou a deglutição do animal.

Diferentemente da odontologia humana, a maioria dos procedimentos dentários em animais necessita de anestesia geral, para que o paciente seja melhor atendido e não haja riscos nem para o profissional, nem para o animal. A Associação Brasileira de Odontologia Veterinária salienta que é impossível efetuar uma correta limpeza oral, sem a indução anestésica dos animais e pode-se ainda provocar nesses, desconforto, estresse e até traumas.

Em relação às neoplasias de cavidade oral, a incidência de morte em cães e gatos por aquelas malignas não é rara, as benignas podem causar morbidez tecidual direta, mas a taxa de mortalidade em geral é baixa. O melanoma é o maior representante do câncer oral em cães, já os felinos são mais acometidos pelo carcinoma de células escamosas. A literatura cita que esses tumores podem ter predisposição de idade, gênero e raça, sendo os machos os mais acometidos, principalmente de idade média a avançada. Dentre as raças caninas mais predispostas encontram-se o Pointer, o Weimaraner, o Boxer, o Poodle e outros.

Em razão da alta prevalência das doenças da cavidade oral nos animais de companhia, ressalta-se a importância da instituição de protocolos de prevenção com campanhas de conscientização da importância da inspeção regular da boca e dos dentes dos pets, a escovação diária com produtos específicos, o consumo de alimentos firmes e de superfície irregular entre outros. Essas práticas contribuem para a saúde e a longevidade dos animais.

Referências:

Netto, ACKM et al., Redução de coroa e pulpectomia total para tratamento de maloclusão classe 1 em gato. Nosso Clín.; 20(116):6-14, 2017.

DIAS, FGG et al. NEOPLASIAS ORAIS NOS ANIMAIS DE COMPANHIA – Revisão de Literatura. Revista Científica Eletrônica de Medicina Veterinária. Garça. n20, 2013.

PAIVA, JB et al. Importância do atendimento odontológico para cães e gatos da cidade de Jataí - GO. Anais da 63ª Reunião Anual da SBPC e IX Mostra de Extensão e Cultura. 2011.

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Medicina Veterinária