Divisão silábica

Especialista em Planejamento, Implementação e Gestão da Educação a Distância (UFF)
Graduação em Letras (Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira, FUNCESI)

A divisão silábica, como o próprio nome indica, é a separação das sílabas que compõem uma palavra. Mas o que é uma sílaba? É, segundo Cegalla (2008, p.36), “um fonema ou grupo de fonemas emitidos num só impulso da voz (impulso expiatório)”. Em regra, o processo de divisão silábica se dá por meio da soletração. É válido acrescentar que cada sílaba tem a presença obrigatória de uma vogal, que pode aparecer sozinha ou acompanhada de semivogais ou consoantes. O hífen é empregado para assinalar a separação das sílabas.

No que se tange ao número de sílabas, as palavras são classificadas em: monossílabas (aquelas que apresentam apenas uma sílaba); dissílabas (aquelas que apresentam duas sílabas); trissílabas (aquelas que apresentam três sílabas) e polissílabas (aquelas que apresentam mais de três sílabas). Neste encantador poema de Roseana Murray, há diferentes palavras que se classificam dessas formas. Observe:

MÁQUINA DE COSTURA

A avó tem uma máquina
de costura
que foi da mãe da sua mãe,
da sua avó.

A avó pedala a máquina
e costura rendas na barra
dos vestidos,
costura um sol e uma lua
no bolso das camisas,
costura uma hora na outra,
um carinho no outro.

E o chão fica cheio de fios
e linha colorida
enquanto a avó vai costurando
amor.

Veja alguns exemplos das referidas palavras:

  • Monossílabas: mãe, sol, chão.
  • Dissílabas: a-vó, fi-os, a-mor.
  • Trissílabas: má-qui-na, pe-da-la, ca-mi-sas.
  • Polissílabas: co-lo-ri-da, cos-tu-ran-do.

Regras de separação silábica

O que podemos separar?

• As vogais que representam hiatos:

ci-ú-me, du-e-lo, lu-a, ru-í-do, vi-ú-va...

• As letras que indicam os dígrafos (“rr”, “ss”, “sc”, “sç” e “xc”):

bar-ri-ga, tra-ves-sa, dis-ci-pli-na, nas-ço, ex-ce-len-te...

• Os encontros consonantais que são “separáveis”, levando-se em consideração a regra da soletração. Eles aparecem no interior dos vocábulos:

ab-sur-do, ad-vér-bio, af-to-so, cor-rup-ção, téc-ni-ca...

O que não podemos separar?

• Letras que formam ditongos e tritongos:

á-gua, di-nhei-ro, i-dei-a, joi-a, jau-la...

a-ve-ri-guou, ex-tor-quiu, quais, sa-guão, Uruguai...

• As letras que representam os dígrafos (“ch”, “lh”, “nh”, “gu” e “qu”):

cha-ve, mi-lho, ni-nho, gui-a, que-ri-do...

• Os encontros consonantais que são “inseparáveis”, tendo em vista a regra da soletração. Normalmente, esse tipo de encontrado consonantal é composto de uma consoante mais “l” ou “r”:

cla-re-za, Bra-sil, em-pre-sa, pa-les-tra, psi-có-lo-go...

Separação de palavras no fim de uma linha

Você deve seguir algumas regras em relação à separação de sílabas, quando for translinear, ou seja, passar de uma linha para outra na construção de um texto. Confira-as:

• Não separe dissílabos (de extensão menor) para não ocorrer o isolamento de uma letra:

Já era bem tarde... Por isso, não me encontrei com ninguém na ru-
a. (Errado)

Já era bem tarde... Por isso, não me encontrei com ninguém na
rua. (Certo)

• Não separe a sílaba formada por vogal em palavras que têm mais de duas sílabas:

Sempre quando ia à casa dos avós, ele saboreava a-
meixas. (Errado)

Sempre quando ia à casa dos avós, ele saboreava amei-
xas. (Certo)

• Use o hífen na linha seguinte quando a palavra, que encerra a linha anterior, apresenta esse recurso. Isso significa que você deve repetir o hífen:

Fui ao zoológico e fiquei encantada com a arara-
azul! (Errado)

Fui ao zoológico e fiquei encantada com a arara-
-azul! (Certo)

Para concluir

A divisão silábica é a separação de uma palavra por sílabas. No geral, esse processo ocorre por meio da soletração. Mas, há regras que regem a separação de vocábulos que apresentam encontros vocálicos e/ou consonantais; além daqueles que apresentam dígrafos. Quanto ao número de sílabas, as palavras classificam-se em: monossílabas, dissílabas, trissílabas e polissílabas.

Referências:

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 38.ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 2017.

CEGALLA, Domingos Paschoal. Sílaba tonicidade. In: ___ Novíssima gramática da língua portuguesa. 48.ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2008. p.36-38.

MURRAY, Roseana. Máquina de costura. Disponível em: <http://roseanamurray.com/site/index.php/poemas/>. Acesso em: 13 de novembro de 2019.

Arquivado em: Português