Sinonímia

Especialista em Planejamento, Implementação e Gestão da Educação a Distância (UFF)
Graduação em Letras (Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira, FUNCESI)

Sinonímia é a relação que se estabelece entre palavras de sentidos semelhantes. Vale destacar que há semelhança de sentido, não igualdade de sentido. As palavras que apresentam significados parecidos são chamadas de sinônimas. Para continuarmos o nosso estudo sobre a sinonímia, sugiro a leitura deste fragmento do romance “Triste fim de Policarpo Quaresma”, de Lima Barreto:

O que mais a impressionou no passeio foi a miséria geral, a falta de cultivo, a pobreza das casas, o ar triste, abatido da gente pobre. Educada na cidade, ela tinha dos roceiros ideia de que eram felizes, saudáveis e alegres. Havendo tanto barro, tanta água, por que as casas não eram de tijolos e não tinham telhas? Era sempre aquele sapê sinistro e aquele "sopapo" que deixava ver a trama de varas, como o esqueleto de um doente. Por que ao redor dessas casas não havia culturas, uma horta, um pomar? Não seria tão fácil, trabalho de horas? E não havia gado, nem grande nem pequeno. Era raro uma cabra, um carneiro. Por quê? Mesmo nas fazendas, o espetáculo não era mais animador. [...]

Na passagem “O que mais a impressionou no passeio foi a miséria geral, a falta de cultivo, a pobreza das casas [...]”, as palavras “miséria” e “pobreza” estabelecem uma relação de sinonímia, ou seja, exprimem ideias semelhantes. Porém, é importante salientar que “miséria” tem uma sobrecarga maior, tem um sentido mais abrangente. No fragmento acima, o termo “miséria” foi empregado para se referir, de modo geral, ao cenário observado pela personagem. Já o vocábulo “pobreza”, com sentido mais restrito, refere-se especificamente às casas presentes na localidade.

Uma observação:

Repare que, na explicação anterior, foram empregados alguns sinônimos: “palavras”, “termo”, “vocábulo”. Desse modo, a abordagem do tema é desenvolvida sem repetições desnecessárias. Estão vendo como a sinonímia é importante?

No período “Educada na cidade, ela tinha dos roceiros ideia de que eram felizes, saudáveis e alegres.”, a sinonímia manifesta-se com o uso de “felizes” e “alegres”, que expressam o modo de ser dos roceiros, segundo a visão da personagem. No entanto, essa visão revelou-se totalmente equivocada quando ela conheceu a realidade.

Confira mais exemplos de sinônimos

Rogou ao Divino Pai Eterno com fé!
Suplicou ao Divino Pai Eterno com fé!

Naquele dia, ele agiu como um louco.
Naquele dia, ele agiu como um insano.

Eu liguei várias vezes, mas ninguém atendeu.
Eu liguei muitas vezes, mas ninguém atendeu.

Ela leu o livro sobre a Inconfidência Mineira.
Ela leu o livro a respeito da Inconfidência Mineira.

Não chegamos a conversar, pois ele é bem tímido!
Não chegamos a conversar, pois ele é bem acanhado!

Vamos celebrar o seu aniversário no próximo sábado!
Vamos comemorar o seu aniversário no próximo sábado!

Foi feito um levantamento minucioso das espécies em extinção.
Foi feito um levantamento detalhado das espécies em extinção.

Separamos os utensílios necessários e saímos imediatamente.
Separamos as ferramentas necessárias e saímos imediatamente.

O diretor expôs as mudanças a serem realizadas na empresa.
O diretor apresentou as mudanças a serem realizadas na empresa.

Aquele é o setor da sociedade que mais carece de investimentos!
Aquele é o segmento da sociedade que mais carece de investimentos!

Para concluir:

A sinonímia é a relação que se estabelece entre palavras de sentido semelhantes. Semelhantes, não iguais! A essas palavras, damos o nome de “sinônimas”.

Referências:

BARRETO, Lima. Triste fim de Policarpo Quaresma. São Paulo: Brasiliense, 1978.

CEGALLA, Domingos Paschoal. Sinônimos. In: ___ Novíssima gramática da língua portuguesa. 48.ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2008. p.310.

SILVA, Carmem Luci da Costa. O lugar da estilística nos estudos da linguagem. In: Ciência & Letras. n. 23. 1998. p.231-248.

Arquivado em: Linguística, Português