Verbo bitransitivo

Graduada em Letras-Português (USP, 2011)

Verbos transitivos são aqueles cuja ação verbal é transmitida (ou transita) do verbo para os seus complementos, dependendo ou não de uma preposição para estabelecer essa relação. Tais verbos, portanto, exigem elementos para que se completem seus significados, pois o processo verbal não está totalmente contido nesses verbos. Desse modo, a ação verbal se transmite (ou transita) aos outros elementos.

Quando temos verbos transitivos diretos e indiretos (verbos bitransitivos) em um predicado verbal, a ação verbal se transmite para o complemento direta e indiretamente, ao mesmo tempo. Na prática, significa que o verbo irá necessitar de dois complementos, ou dois objetos: um sem preposição (objeto direto) e outro com preposição (objeto indireto). Desse modo, são vários os elementos na oração que completam o sentido do enunciado.

Vejamos alguns exemplos de como se estabelece essa relação dentro da oração:

O funcionário comunicou a ocorrência à chefia.
(comunicou = verbo transitivo direto e indireto / a ocorrência = objeto direto / à chefia = objeto indireto)

Pedro comemorou o aniversário com os amigos.
(comemorou = verbo transitivo direto e indireto / o aniversário = objeto direto / com os amigos = objeto indireto)

A empresa pagou o ordenado ao funcionário demitido.
(pagou = verbo transitivo direto e indireto / o ordenado = objeto direto / ao funcionário = objeto indireto)

Dona Maria oferece roupas aos pobres nos dias frios.
(oferece = verbo transitivo direto e indireto / roupas = objeto direto / aos pobres = objeto indireto)

O professor deu os livros aos alunos.
(deu = verbo transitivo direto e indireto / os livros = objeto direto / aos alunos = objeto indireto)

Nesses casos, percebe-se que o emprego dos verbos indica a necessidade de mais informações para compreendermos o sentido da oração. Assim, para identificarmos como se constrói a transitividade, a leitura pode nos induzir a algumas perguntas, conforme os exemplos para o verbo informar:

A professora informou as notas dos alunos à diretora.

A professora informou
(o quê?) as notas dos alunos – objeto direto
(a quem?) à diretora – objeto indireto

Alguns verbos, como o próprio informar, admitem outras possibilidades de arranjos entre os complementos verbais, conforme podemos observar:

A professora informou a diretora sobre as notas dos alunos.

Nesse caso, percebemos que houve uma mudança de preposição (sobre) para que se realocasse o complemento as notas dos alunos como objeto indireto.

Variações de transitividade

Importante observar que alguns verbos que se comportam como diretos e indiretos (bitransitivos) em um contexto podem não se comportar desse modo em outro contexto. Isso se deve ao fato de que a determinação da transitividade não se faz isoladamente, mas por meio de uma análise do emprego do verbo em determinado contexto.

Observe o exemplo do verbo perdoar:

Perdoou aos devedores.
(Verbo transitivo indireto / aos devedores = objeto indireto)

Perdoou as dívidas.
(Verbo transitivo direto / as dívidas = objeto direto)

Perdoou as dívidas aos devedores.
(Verbo transitivo direto e indireto / as dívidas = objeto direto / aos devedores = objeto indireto)

Bibliografia:

ABAURRE, M. L. M.; ABAURRE, M. B. M.; PONTARA, M. Português: contexto, interlocução e sentido. Manual do professor. Vol. 2. São Paulo: Moderna, 2008. 864p.

CEGALLA, D. P. Nova Minigramática da Língua Portuguesa – Novo Acordo Ortográfico. 3ª ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2009. 409 p.

CUNHA, C.; CINTRA, L. Nova Gramática do Português Contemporâneo. 6ª ed. Rio de Janeiro: Lexikon, 2013. 800 p.

Arquivado em: Português