Distanciamento social

Mestre em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas (FIOCRUZ, 2011)
Graduada em Biologia (UGF-RJ, 1993)

Ouça este artigo:

Em dezembro de 2019, foi detectado, na China, um surto de uma doença que meses depois se tornou uma pandemia e paralisou todo o mundo. A doença em questão era a Covid-19 e o agente patogênico foi identificado como SARS-CoV-2, por ser da mesma família que os vírus causadores da SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave) e da MERS (Síndrome Respiratória do Oriente Médio).

A doença é transmitida por gotículas respiratórias de indivíduos infectados, quando estão próximos um dos outros. As medidas de prevenção da Covid-19 incluem uso de máscara, higienização das mãos com água e sabão ou álcool gel (70%), sempre que necessário. Outra medida a ser tomada é o distanciamento social, de modo a evitar a transmissão do vírus.

Distanciamento social

É a diminuição de interação entre os indivíduos de uma comunidade para diminuir a velocidade de transmissão de uma doença. Quando há indivíduos infectados, mas assintomáticos (sem sintomas) ou oligossintomáticos (com poucos sintomas), mas que não sabem serem portadores da doença é indicado o distanciamento social.

O distanciamento social ajuda a evitar a proliferação do vírus na população. Ilustração: Galih wahyu suseno / Shutterstock.com

Em locais onde há a transmissão comunitária, a medida deve ser aplicada para evitar a propagação da doença. Entende-se por transmissão comunitária como sendo aquela em que não há como rastrear a origem do surto. O distanciamento social pode ser ampliado ou seletivo.

Distanciamento social ampliado

Não se limita a grupos específicos. Não importa a idade, profissão ou se pertence, ou não aos grupos de risco. Toda a população deve permanecer em casa pelo tempo determinado pelas autoridades sanitárias e pelo Governo. Como exemplo de distanciamento social ampliado pode-se citar: fechamento de mercados públicos, escolas, universidade e cancelamento de eventos, a fim de evitar as aglomerações de pessoas.

Há também o estímulo ao teletrabalho sempre que possível. Os serviços essenciais são mantidos, como compra de gêneros alimentícios e medicamentos. Não há proibição de passeios em ambientes abertos ou caminhadas, por exemplo, desde que haja um distanciamento mínimo de 1 metro entre as pessoas.

Distanciamento social seletivo

É também conhecido como isolamento vertical. Ocorre restrição de circulação para maiores de 60 anos, pois, eles possuem maior risco de contrair a doença. É permitida a circulação da população com idade inferior a 60 anos, desde que não apresentem sintomas. É uma medida que visa preservar as atividades econômicas, não permitindo a estagnação da economia. Apesar de ser uma medida menos traumática para a população, é necessário que existam condições mínimas de funcionamento dos sistemas de saúde, com leitos, ventiladores mecânicos e insumos. Uma vez que os grupos de risco ainda manterão contato com indivíduos infectados, tornando difícil o controle da doença.

Lockdown

É a palavra em inglês para contenção comunitária ou bloqueio. É o caso mais extremo de distanciamento social. Há uma proibição para que indivíduos de uma determinada comunidade, cidade ou região saiam de seus domicílios, exceto para compra de suprimentos básicos (alimentos, remédios) ou para se dirigirem a serviços de emergência. O objetivo é reduzir drasticamente o contato social e consequentemente a transmissão da doença.

Os diferentes tipos de distanciamento social são medidas radicais, cuja finalidade é proteger a saúde de toda a população. É muito importante que toda a população siga corretamente as orientações dadas pelas autoridades de saúde, pois, assim o tempo de distanciamento diminui e a doença pode ser controlada.

Leia também:

Bibliografia:

Medidas de distanciamento social no controle da pandemia de COVID-19: potenciais impactos e desafios no Brasil. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232020006702423&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Acessado em 19/11/2020.

Qual a diferença de distanciamento social, isolamento e quarentena? Disponível em: https://www.ufrgs.br/telessauders/posts_coronavirus/qual-a-diferenca-de-distanciamento-social-isolamento-e-quarentena/ Acessado em: 19/11/2020.

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Saúde