Autoescolas

Quando iniciamos o processo para tirar a primeira habilitação, muitas dúvidas aparecem, já que existe uma série de etapas administrativas para nos tornarmos condutores habilitados.

Uma das dúvidas mais comuns entre as pessoas que estão em vias de tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) é quanto às autoescolas: como escolher uma? Todas as são regularizadas? Sou uma pessoa com deficiência: existe uma autoescola específica para mim?

Antes de tomar a sua decisão e efetuar a matrícula em uma autoescola, veja algumas dicas e saiba tudo o que deve levar em conta antes de fazer uma escolha, evitando investimentos de tempo e dinheiro em algo que pode não trazer o retorno desejado.

Confira se a autoescola é regularizada

Nos últimos anos, o número de autoescolas cresceu consideravelmente e, hoje, até mesmo as cidades pequenas têm uma diversidade de autoescolas. No entanto, nem todas essas instituições estão em dia com o DETRAN, o que pode ser muito prejudicial para o futuro condutor.

Para que as horas-aulas sejam aceitas e você possa prestar o exame teórico e o prático, a situação da autoescola escolhida por você deve ser regular. Por isso, antes de assinar qualquer contrato, confira se a autoescola é regularizada.

Como fazer isso? É simples! Entre no site do DETRAN do seu estado e faça uma busca na sua região. Assim, você saberá quais autoescolas estão em dia para a modalidade que você escolheu e, então, pode ficar tranquilo quanto à validação das suas horas-aulas. Se essa informação não estiver disponível online, você pode entrar em contato com a ouvidoria ou ir pessoalmente à oficina do DETRAN.

Avalie a qualidade da autoescola

O fato de estar regularizada frente ao DETRAN não significa que, necessariamente, a autoescola tem boa qualidade. Ainda que exista uma tendência a fazermos tudo pela internet, vale a pena conhecer a infraestrutura da autoescola antes de escolher: peça para ver as salas de aula e, principalmente, os veículos usados.

Uma boa ideia é conhecer os instrutores. Pode parece um detalhe sem importância, mas ter o mínimo de afinidade com o instrutor ajuda muito no processo de aprender a dirigir e sentir-se apto e seguro para os exames.

No site do DETRAN do seu estado ou por meio da ouvidoria, você pode conferir o índice de aprovação das autoescolas: essa ferramenta também é muito útil para mensurar a qualidade dos serviços.

Certifique-se de que a autoescola tenha a modalidade que você quer

Se você já iniciou o processo para tirar a CNH, sabe que existem categorias para esse documento, não é mesmo? A categoria A, por exemplo, é uma licença para dirigir veículos motorizados de duas ou três rodas, como motocicletas. Por outro lado, a categoria B é a licença para dirigir veículos de até oito lugares (além do assento de motorista) ou veículos cujo peso bruto total não seja maior que três mil e quinhentos quilogramas.

Além dessas duas categorias, existem outras, como aquelas para dirigir veículos de carga ou de passageiros, por exemplo. Antes de se matricular em uma autoescola, garanta que ela ofereça cursos para a categoria que você deseja, evitando surpresas desagradáveis e investimentos desnecessários.

Autoescolas para pessoas com deficiência

O processo para tirar a CNH é um pouco diferente para as pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida. Se esse é o seu caso, tenha atenção redobrada na hora de escolher uma autoescola, garantindo que ela tenha as ferramentas necessárias para te auxiliar em todas as etapas, desde a avaliação médica até as aulas práticas.

Encontrar uma autoescola para fazer aulas práticas pode ser muito difícil para pessoas com deficiência e/ou mobilidade reduzida, especialmente em cidades do interior, já que, para isso, a autoescola deve ser homologada no DETRAN e ter autorização para dar aulas de direção específicas para pessoas com deficiência.

As autoescolas homologadas devem contar com veículos e espaços adaptados. Geralmente, entre essas adaptações, estão:

  • câmbio automático;
  • rampas;
  • assentos de elevação;
  • prolongamento de pedais;
  • volante com pomos giratórios e central elétrica;
  • comandos universais de aceleração e frenagem.

Compare preços

Sabemos que os custos das aulas e taxas para tirar ou renovar a CNH são bem caros no Brasil. Por isso, se, na sua cidade, existe mais de uma autoescola, avalie também os preços que cada uma delas oferece.

Com uma simples pesquisa de custo, você será capaz de considerar os investimentos necessários, avaliar a qualidade e, assim, poderá escolher a sua autoescola com maior responsabilidade e clareza.

Arquivado em: Trânsito