Pane seca

Se você é um condutor habilitado, provavelmente já ouviu falar bastante a respeito da pane seca. No entanto, será que você sabe todos os riscos que essa situação pode trazer para você e para seu veículo?

Atualmente, é muito mais fácil controlar a quantidade de combustível que os veículos utilizam, já que, hoje, os painéis são equipados com marcadores, que indicam, com muito mais precisão do que os modelos antigos, quando seu veículo já está na reserva. Por isso, sair com pouco combustível é uma escolha e a desculpa de que foi pego de surpresa já não funciona mais.

O que é a pane seca e quais as suas consequências?

A pane seca é a situação mais extrema e acontece quando um veículo não foi suficientemente abastecido. Nesses casos, fica completamente sem combustível e, logo, permanece imobilizado, sem poder nem mesmo arrancar.

As panes secas têm consequências que podem ser bastante desagradáveis, já que envolvem riscos mecânicos, multas e outros problemas. Se o seu carro sofrer com a pane seca em algum momento, você poderá prejudicar o trânsito, já que, em certos casos, fica difícil mover o veículo para o acostamento sem a ajuda de um guincho.

Penalidades

O Código de Trânsito Brasileiro entende que a pane seca pode significar uma infração média, já que cabe, ao condutor, verificar se a quantidade de combustível no tanque é suficiente para realizar o trajeto proposto. Por isso, quando o condutor é flagrado em uma pane seca por falta de abastecimento, pode receber uma multa de R$ 130,16 e ser penalizado com quatro pontos na CNH, além de ter o veículo removido.

Essa penalidade é aplicada quando, por consequência da pane seca, o veículo interrompe o trânsito em vias públicas ou coloca alguém em risco. Se ocorre a pane, mas o condutor consegue remover o veículo da via, liberando o trânsito, teoricamente, não houve uma infração. Se a infração for aplicada nessas condições, o condutor pode entrar com recurso.

Ainda assim, é muito melhor checar os níveis de combustível antes de sair de casa, evitando problemas e transtornos fáceis de serem prevenidos.

Problemas mecânicos

Além de todas as consequências burocráticas, a pane seca pode trazer problemas mecânicos para o seu veículo. Entre eles, o principal é a queima da bomba de combustível.

Quando há pouco – ou nenhum – combustível, o tanque tende a acumular resíduos e sujeira, entupindo os filtros e, a médio prazo, queimando a bomba. Os custos para esse reparo podem ser bem altos, já que, quando queimada, a bomba deve ser substituída por uma nova e não simplesmente consertada.

As panes secas acontecem com uma frequência muito maior do que imaginamos, especialmente em cidades com altos níveis de engarrafamentos. Por isso, procure evitar transitar com seu veículo quando o medidor de combustível indicar que você já está utilizando o tanque reserva. Com esse cuidado, além de evitar multas e pontos na carteira, você estará evitando transtornos no seu dia a dia.

Arquivado em: Trânsito