Base VII - Ditongo

Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa – Base VII – Ditongo

1º) Os ditongos orais são representados por i ou u: ai, ei, éi, ui, ou:

caixa quereis coronéis uivar cacau leu Mandou Ilheú

2º) Algumas particularidades.

a) As 2ª e 3ª pessoas do singular do presente do indicativo e também a 2ª pessoa do imperativo que são grafados com ui, terão a seguinte grafia:

Constituis, influi, retribui etc.

b) Ditongos orais geralmente são decrescentes, mas terá a existência de ditongos crescentes, representadas por ea, ia, ie, oa, ua, eu, uo:

áurea, calúnia, espécie, exímio, mágoa, míngua, tênue

3º) Ditongos nasais podem ser de dois tipos: ditongos representados por vogal com til e semivogal e ditongos representados por uma vogal seguida da consoante nasal m.

a) Os ditongos nasais com til e semivogais são no total de quatro: ãe, ãi, ão, õe:
cães, mãe, cãibra, mão, quão, Camões, põe, Guimarães

b) Os ditongos representados por uma vogal e a consoante m são dois: am e em. Exceções:

- Am empregado em flexões verbais: amam, deviam, escreveram, puseram.

- Em usado em palavras de categorias morfológicas diversas, incluindo flexões verbais, e pode apresentar variantes gráficas determinadas pela posição, pela acentuação ou, simultaneamente, pela posição e pela acentuação:

bem armazém cem devem nem quem sem
virgem Benfica bens enfim homenzinho amém mantém

Fontes
Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, saraiva

Arquivado em: Acordo Ortográfico