Fotorrealismo

Por Anna Adami
Fotorrealismo ou Hiper-Realismo pode ser considerado um estilo de arte, que se comunica e expõe através da pintura e também da escultura. O termo mostra a definição minuciosa dos detalhes, o que transforma a obra em algo mais nítido e rico em características, e que se assemelham a realidade. Pela semelhança tamanha a uma fotografia, o Fotorrealismo pode causar reações paradoxais, tal qual de tão perfeito, não pode ser real.

Ralph's Diner (1982). Óleo sobre tela. Pintura de Ralph Goings.

As primeiras impressões do Fotorrealismo se deram em meados dos anos 1970. A princípio nos Estados Unidos e Inglaterra. O termo se familiariza com a Arte Contemporânea, pois a mesma é a fonte de inspiração para o fotorrealismo. Ainda em 1970, a exposição 22 Realistas, no Whitney Museum de Nova York marca a divulgação desta vertente ao público.

O Fotorealismo pinta quadros que se parecem com fotografias. O detalhe é que a  base da pintura é uma foto. A característica deste tipo de arte é ampliar a foto, algo parecido com o movimento da Pop Art da década de 60, que teve como ícone Andy Warhol e a intermitente crítica a cultura massiva. Junto com a ampliação, havia a iluminação previamente preparada, deixando refletir luzes naturais e raios artificiais, os quais transferem uma grandeza de detalhes e qualidade enormes. Em resumo aos pontos relevantes do Fotorealismo, pontuamos: a prioridade dos temas reais (como paisagens e pessoas), utilização de fotografias e alto índice de precisão dos detalhes (textura, luz, brilho e sombra). Além da utilização de cores e combinações, com apelo mais realista possível.

A técnica do Fotorealismo baseia-se em Trompe-l’oeil, com a utilização da perspectiva e ilusão de ótica, é possível acentuar formas inexistentes e precisar mais detalhes e a Airbrush (aerografia), a qual utiliza uma ferramenta interligada a um compressor, que produz jato de tinta e preenche a figura.

No âmbito da pintura, pode-se destacar artistas como, o pintor espanhol Diego Velázquez, um dos pioneiros Howard Kanovitz, os americanos Duane Hanson, Chuck Close, além de Richard Estes, George Segal, David Hockney e Franz Gertsch. Os escultores precursores do fotorealismo foram Jorge Melício, John De Andréa e Ron Mueck. Esculturas famosas do Fotorealismo de Duane Hanson, datada em 1970, Turistas e Supermarket Lady. E de Jonh De Andréa, 1941, com suas figuras nuas. Algumas pinturas que marcaram a época foram, John Salt, cem 1972 com sua obra Ford Preto num Campo. Além de David Hockney com as telas A Bigger Splash, 1967 e Sr. e Sra. Clark e Percy.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Hiper-realismo
http://www.itaucultural.org.br/aplicexternas/enciclopedia_ic/index.cfm?fuseaction=termos_texto&cd_verbete=329
http://dakshinamurti.tripod.com/foto_realismo.htm