Isaque

Por Alaine Silva
Isaque é um nome de origem hebraica que significa "ele sorri" ou "ele ri". Segundo a Bíblia, Isaque era o descendente de Abraão e Sara, e pai de Jacó e Esaú. É um dos três patriarcas do povo de Israel, Abraão, Isaque e Jacó. O dicionário de nomes próprios on line define que “Do original hebraico Yitzchaq, Isaque foi um nome relativamente comum durante a idade medieval, especialmente entre os judeus. A Reforma Protestante fez com que o nome passasse a ser mais popular também entre os cristãos”.

A história de Isaque começa a ser contada no capítulo quinze de Gênesis, primeiro livro da bíblia, quando mesmo em idade avançada, o Senhor promete um filho a Abrão. Sarai, sua esposa, não lhe dera filhos, e por isso pediu que Abrão possuísse sua serva egípcia Agar, a fim de terem filhos por este meio; em vista disso nasceu uma criança de nome Ismael. A convivência entre eles não era agradável, o que ocasionou a partida de Agar e Ismael para outras terras. Ismael, embora filho de Abrão, não era o filho da promessa do Senhor.

Quando Abrão atingiu noventa e nove anos, apareceu o Senhor e mudou seu nome para Abraão e muda o de Sarai para Sara. Ocorreu que quando o Senhor disse dentro de um ano lhe daria um filho, Abraão riu. O mesmo ocorreu com Sara quando recebeu a notícia, por estarem em idade avançada. O nascimento de Isaque está ligado ao riso e não apenas faz alusão ao sorriso de Abraão e de Sara, mas também pode ser uma oração implícita de que Deus sorrirá para o filho deles e será generoso com ele.

De acordo com as escrituras, Abraão foi provado pelo Senhor quando Isaque ainda era criança. O Senhor pediu a Abrão a vida de Isaque como sacrifício “Toma teu filho, teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá; oferece-o ali em holocausto, sobre um dos montes, que eu te mostrarei” (Gm 22:2) Tendo feito de acordo com o que o Senhor ordenou, pouco antes de sacrificar seu filho, um anjo bradou do céu e lhe disse “Não estendas a mão sobre o rapaz e nada lhe faças; pois agora sei que temes a Deus, porquanto não me negaste o filho, o teu único filho” (Gn 22:12).

Isaac foi o único patriarca bíblico que não deixou Canaã e o único que não teve o nome mudado. Foi também o patriarca de vida mais longa, morreu aos 180 anos.

Bibliografia:
Bíblia sagrada. Traduzida em português por João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil 2 ed Barueri SP, Sociedade Bíblica do Brasil, 1988, 1993.
http://www.dicionariodenomesproprios.com.br/isaque/