Alfred Hitchcock

Quem gosta de filmes de suspense, com certeza já ouviu falar em Alfred Hitchcock.

O “Mestre do Suspense” (como era apelidado) dirigiu alguns dos melhores filmes de mistério e assassinato da história do cinema. Filmes que viraram clássicos e até hoje servem de referência para estudiosos e admiradores.

Aos 20 anos, conseguiu seu primeiro emprego na área cinematográfica. A partir daí, tudo que fez foi ligado à Sétima Arte.

Em 1926, casou com Alma Deville (um casamento que durou a vida inteira). Dessa união teve Patrícia que fez algumas pontas em alguns de seus filmes.

Em 1939, se mudou para os EUA e assinou contrato com David O. Selznick (produtor dos clássicos ...E o Vento Levou e Começou em Nápoles). Esse contrato trouxe muita sorte para Hitchcock, pois o primeiro longa que dirigiu, recebeu o Oscar de melhor filme: "Rebeca: a mulher inesquecível".

Outros filmes vieram, e o mundo começou a se encantar pela sua genialidade em dirigir e criar suspense.

Em 1955, ganhou um programa de TV chamado “Alfred Hitchcock Presents”. Tratava-se de um programa com vários episódios criminais e foi um enorme sucesso servindo para aumentar ainda mais a sua popularidade.

Alguns Filmes

Festim Diabólico (1948): foi rodado em apenas oito cortes. Os cenários eram móveis para ajudar a movimentação da câmera.

Janela Indiscreta (1954): contou com a presença do grande ator James Stewart que interpretou um jornalista com a perna fraturada preso a uma cadeira de rodas que sem ter o que fazer, começa a espionar os vizinhos. De tanto espionar, passa a desconfiar que um deles cometeu um crime.

Um corpo que cai (1958): considerado um de seus melhores filmes. Mais uma vez James Stewart é o protagonista. Ele interpreta um detetive contratado para investigar a esposa de um amigo e acaba se apaixonando por ela. Mas a moça “morre” e ele acha que está sendo perseguido pelo espírito da mulher. Embora o filme seja considerado um marco na sua carreira, só recebeu um Oscar.

Existem outros grandes clássicos de Hitchcock como Psicose (o filme preferido do diretor), Os Pássaros, outro grande clássico onde os passarinhos são os grandes vilões da história e aterrorizam uma cidade inteira. O Homem que sabia demais, James Stewart faz um pai de família que se envolve acidentalmente em uma trama de assassinato e seqüestro. Para evitar que ele conte tudo o que sabe para a polícia, os bandidos seqüestram o seu filho.

Curiosidades sobre a vida de Hitchcock

* Foi criado com uma rígida formação católica
* Costuma aparecer em seus filmes
* Foi indicado ao Oscar cinco vezes por melhor diretor, mas não levou o prêmio
* Em 1967, levou da Academia o prêmio Irving G. Thalberg pelo conjunto da obra
* No clássico Psicose mostrou pela primeira vez nas telonas um vaso sanitário, que era proibido na época.
* Costumava chamar os atores de “gado”, mas mesmo assim era respeitado por todos.
* Era caseiro e amava sua família.

Este grande diretor, talvez o melhor de todos os tempos ou um dos melhores, morreu em 1980 de complicações renais. Seu último filme chama-se Trama Macabra.

Hoje, 28 anos depois Alfred Hitchcock continua surpreendendo os fãs e seus filmes ainda impressionam, seja pela bela direção ou pela história bem escrita.

Arquivado em: Biografias, Cinema