Bandeira do Brasil

Por Pedro Augusto Rezende Rodrigues
A atual bandeira Brasileira foi adotada em 19 de novembro de 1889, tendo suas cores e suas dimensões estabelecidas por um decreto. Foi elaborada por Raimundo Teixeira Mendes, que era um positivista, Miguel Lemos que era diretor do Apostolado Positivista do Brasil, Manuel Pereira Reis, um astrônomo, e Décio Vilares, um pintor.

A bandeira Brasileira é composta por quatro cores e cada uma tem seu significado particular. Primeiramente, ela é composta por um retângulo verde. Esse verde tem como simbolismo a abundância das matas verdes que são encontradas no Brasil.

Logo após, está inserida nesse retângulo verde um losango amarelo. Esse losango tem como simbologia as riquezas minerais do solo que são também muito abundantes no Brasil.

Dentro do losango amarelo está um círculo de cor azul. Esse círculo tem como simbologia o céu brasileiro.

Dentro desse circulo azul estão contidas várias estrelas. São 27 estrelas ao todo. Cada estrela da bandeira representa um estado brasileiro e o Distrito Federal. No círculo também temos uma faixa branca com os dizeres “Ordem e Progresso”. Essa frase tem como influência Augusto Comte, um filosofo francês que foi fundador do positivismo. Esses detalhes (faixa branca com as estrelas), possuem a cor branca no sentido de simbolizar a paz.

Essas estrelas, por incrível que pareça, estão distribuídas conforme o céu do Rio de Janeiro às oito horas e 30 minutos do dia quinze de novembro de 1889. Porém o criador Raimundo Teixeira Mendes elaborou o desenho contrariando alguns aspectos astronômicos, priorizando a estética e a disposição das estrelas.

A primeira versão da bandeira era composta por apenas 21 estrelas que significavam 21 estados sendo eles : Amazonas, Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba do Norte (Paraíba), Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás, Mato Grosso, Município da Corte. A partir disso em 1968 foi criada uma lei que permitia a modificações das estrelas assim que ocorresse a criação ou extinção de algum estado. Nesse sentido foram criados mais seis estrelas para representar os Estados do Acre, Mato Grosso do Sul, Amapá, Roraima, Rondônia e Tocantins. Com essas mudanças, a bandeira do Brasil recebeu as únicas mudanças desde que ela foi adotada.

A bandeira nacional é um dos símbolos mais importantes de um país e durante toda a história do Brasil, nosso país teve várias bandeiras (ao todo onze) até que a atual fosse adotada.