Epistemologia de Laudan

Licenciatura Plena em Química (Universidade de Cruz Alta, 2004)
Mestrado em Química Inorgânica (Universidade Federal de Santa Maria, 2007)

O termo epistemologia se refere ao estudo sobre a produção do conhecimento. Quando se menciona, no entanto, a epistemologia das ciências, se está abordando os pensadores que se preocuparam em investigar como se constrói um conhecimento de natureza científica. Dentre eles, Larry Laudan merece destaque.

Laudan nasceu em 1945 nos Estados Unidos. Formou-se Bacharel em Física Na Universidade de Kansas e em Filosofia na Universidade de Princeton. Lecionou História e Filosofia da Ciência durante vários anos, e em várias universidades. Atualmente, é pesquisador em universidades mexicanas. Entre seus conceitos de destaque, estão a resolução de problemas (empíricos e conceituais), as tradições de pesquisa e as teorias científicas.

Buscar-se-á propor um breve resumo sobre os principais conceitos em Laudan, através dos itens abaixo:

  • Possui uma visão muito pragmática em relação aos demais Epistemólogos das Ciências. Seus conceitos passam muito pela resolução de problemas.
  • Troca de teorias não-cumulativas. As teorias em ciências não são derrubadas simplesmente por apresentarem anomalias.
  • Da mesma forma, as teorias não são aceitas simplesmente porque são confirmadas empiricamente.
  • Apresenta um espectro de teorias: leis conceituais emergentes.
  • Critica fortemente Popper nas “verdades aproximadas” de uma realidade, quando este assume o posicionamento de uma teoria apenas aproximar-se da realidade.
  • Aponta que o progresso científico está baseado na resolução de problemas, tanto de natureza empírica quanto conceitual.
  • Segundo Laudan, a coexistência de teorias é a regra, e não a exceção. É considerado normal várias teorias competirem.
  • O progresso científico se dá somente se as novas teorias resolverem um maior número de problemas do que as suas antecessoras.
  • Dessa forma, o objetivo da ciência é obter teorias com elevada efetividade na resolução de problemas, critério este que proporcionará  à ciência evolução.
  • Apresenta tradições de pesquisas, isto é, crenças emergentes que tem espaço para várias teorias.
  • Argumenta que toda tradição de pesquisa está associada a uma família de teorias.
  • As tradições de pesquisa não são contrastáveis porque seus pressupostos são gerais para produzir predições concretas ou afirmações diretamente comprováveis.
  • De acordo com Laudan, problemas conceituais são teorias internamente inconsistentes, que se contrapõe a tudo que é dominante.
  • Afirmações não podem ser sustentadas pelas teorias dominantes.
  • A ciência pode ser vista como resolução de problemas.
  • A ciência progride quando as teorias adquirem uma comprovação empírica.
  • O progresso científico sem acumulação aceita a opção da teoria que resolve mais problemas empíricos e apresenta o menor número de problemas conceituais.

Referências:MOREIRA, Marco Antônio; MASSONI, Neusa Teresinha; Epistemologias do Século XX, EPU, São Paulo, 2011.

Arquivado em: Ciências