Alfabetos

Alfabeto ou Abecedário é uma forma de escrita classificada como "segmental", pois possui grafemas que representam fonemas (unidade básica de som) de uma língua, podendo ser classificado também como uma escrita fonética, pois procura representar os fonemas por um determinado signo.

A palavra ALFABETO se origina do grego (alphabetos), constinuída pela junção da primeira e da segunda letra do alfabeto grego ALFA e BETA (que correspondem às letras A e B).

O alfabeto é um conjunto de letras usadas para escrever. O alfabeto tem uma ordem que é muito utilizada para organização de diversos materiais, listas, setores, arquivos, etc. Quando os itens de uma lista estão dispostos baseando-se na ordem em que as letras se encontram no alfabeto, dizemos que estão em ordem alfabética. Um exemplo de onde se utiliza esta ordem é o DICIONÁRIO. A ordem alfabética é muito conhecida e por isso facilita o manuseio do dicionário, tornando mais fácil encontrar a palavra procurada.

O alfabeto em uso na língua portuguesa é o alfabeto latino, do qual se usam 26 letras, dipostas na seguinte ordem:

A – B – C – D – E – F – G – H – I – J – K – L – M – N – O – P – Q – R – S – T – U – V – W – X – Y – Z

História dos Alfabetos

Náo é possível determinar quando o homem começou a utilizar o alfabeto, mas podemos fazer uma linha do tempo iniciando a partir do ano 900 a.C., quando os gregos adotam o alfabeto fenício.

A partir do alfabeto grego originou-se o alfabeto latino, que foi adotado pelo mundo ocidental, e que é até hoje o mais conhecido.

Alfabeto latino

O alfabeto latino, também conhecido como alfabeto romano, é o sistema de escrita alfabética mais utilizado no mundo, e é o alfabeto utilizado para escrever a língua portuguesa e a maioria das línguas da Europa ocidental e central e das áreas colonizadas por europeus.

Ao longo dos séculos XIX e XX, o alfabeto latino tornou-se também o alfabeto preferencialmente adotado por um número considerável de outras línguas, em especial pelas línguas indígenas de zonas colonizadas por europeus que não tinham sistemas de escrita próprios.

As consoantes deste alfabeto foram criadas pelos fenícios, já as vogais foram inventadas pelos gregos posteriormente.

Fontes:
http://hebrew-academy.huji.ac.il/english.html
http://tipografos.net/glossario/alfabeto-hebraico.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Alfabeto
http://www.eon.com.br/alfabeto.htm
http://tipografos.net/glossario/alfabetos.html