Mensa (Sociedade de Alto QI)

A mensa é uma organização constituída por indivíduos que detêm um QI  elevado, na média dos 2% dos habitantes do Planeta. Ela foi criada em 1946, na Inglaterra, por Roland Berrill, um advogado natural da Austrália, e pelo Dr. Lancelot Ware, cientista e jurista britânico.

Atualmente esta sociedade é famosa em todo o mundo e é integrada por pelo menos cem mil pessoas em mais de cem nações. A intenção inicial era fundar um grupo sem tendências políticas, no qual não exista qualquer discriminação de raça ou religião. Sua meta principal é desenvolver o intelecto e impulsionar a convivência com seres de alta inteligência.

O QI elevado é confirmado por exames ministrados pela própria organização ou pelo menos admitidos por ela. O propósito maior da Mensa é reconhecer e aprimorar o intelecto para que essa conquista reverta em prol da raça humana. Seus integrantes são beneficiados com um contexto que incentiva a socialização e a inteligência; além disso, a sociedade estimula estudos sobre o caráter, as atribuições e as utilizações da capacidade cerebral.

Um dos grandes privilégios é a probabilidade da relação, concreta ou virtual, com outros seres de alta inteligência. Seus membros discorrem naturalmente sobre temas que abrangem desde ramos intrincados do conhecimento até tópicos do dia-a-dia ou assuntos leves e lúdicos.

As pessoas que se filiam à Mensa são totalmente distintas umas das outras e cultivam gostos variados. Essa diversidade amplia a interação social e pode inclusive ser utilizada como uma teia de convívio profissional. Elas se vêem constantemente e também estão sempre em contato no mundo virtual. Estas conexões são estruturadas local e nacionalmente.

Os sócios podem consultar livremente os registros dos outros integrantes no universo da Internet; é possível procurar qualquer um por lugar, faixa etária, atividade profissional e outros crivos, o que facilita os vínculos entre os membros, principalmente no que se refere a afinidades.

Pela Internet pode-se igualmente ter acesso ao Jornal da Mensa Internacional, publicado uma vez por mês, e a vários outros dados sobre a sociedade. Foram formados Grupos de Interesse Especial, os SIGs, sigla criada para Special Interest Groups. Neles as pessoas debatem os temas mais diversos, dos acadêmicos até os mais superficiais, como graphic novels, entre outros. O único requisito para integrar boa parte destes grupos é ser sócio da Mensa.

Há igualmente listas de debate, por meio das quais eles discutem temas variados; um grupo brasileiro no Orkut e outro mundial no Facebook, ao qual só os membros têm acesso.

Fontes:
http://www.mensa.com.br/pag.php?t=oquee
http://pt.wikipedia.org/wiki/Mensa_International

Arquivado em: Curiosidades