Pentagrama

Mestrado em História (UFJF, 2013)
Graduação em História (UFJF, 2010)

O Pentagrama possui várias definições esotéricas.

De uma maneira simplificada, o termo Pentagrama serve para identificar uma estrela desenhada com cinco retas contendo cinco pontas, uma palavra com cinco sílabas ou as linhas paralelas que formam a partitura de uma música. Tudo isso é significado direto e emprego simples para o termo Pentagrama. Porém os esotéricos reconhecem uma série de significações no símbolo.

Historiadores indicam que a primeira formulação de significado em torno do Pentagrama foi feita pelos babilônios. Desde então, foram feitas várias apropriações do símbolo unindo significados místicos com científicos. Tornou-se um dos principais símbolos da magia. Inicialmente, representava a deusa Vênus, só que foi cultuado também por diversas outras culturas, sendo considerado um grande símbolo do paganismo.

Dono de uma simbologia múltipla e fecunda, o Pentagrama ganhou destaque na escola francesa de Cabala e foi popularizado especialmente em trabalhos de estudantes de magia, como do famoso Eliphas Levi. Representando, assim, a proteção contra o mal. Sempre calcado nas cinco pontos e na simbologia em torno do número cinco, os pagãos entendem no Pentagrama a representação de cinco elementos da natureza. Outros acreditam que é a simbologia do corpo humano e outros ainda o identificam como uma alegoria de um mago dominando o espírito sobre a matéria. Em rituais Wicca é utilizado como símbolo da terra. Já o Pentagrama invertido é uma representação da submissão do espírito à matéria.

Em termos científicos, o Pentagrama é um símbolo que descreve várias leis matemáticas. Para os matemáticos propriamente ditos, o símbolo é uma expressão de traços perfeitos formando figuras regulares. Já os astrônomos verificaram que o planeta Vênus desenvolve uma órbita em torno do Sol criando uma sequência de processão pentagrâmica.

Fonte:
http://www.spectrumgothic.com.br/ocultismo/simbolos/pentagrama.htm

Arquivado em: Curiosidades