Dacriocistite

Por Débora Carvalho Meldau
A dacriocistite consiste na infecção do saco lacrimal e comumente decorre da obstrução baixa das vias lacrimais. Desta forma, a lagrima que deveria ser drenada para as vias nasais fica estagnada no saco lacrimal, fato que propicia a proliferação bacteriana.

Esta condição pode ser de dois tipos: aguda ou crônica.

Aguda

A dacriocistite aguda manifesta-se por intensa dor, vermelhidão e elevação do canto interno do olho. Após alguns dias pode ocorrer drenagem espontânea de pus.

O tratamento, que deve ser acompanhando por um especialista, envolve o uso de antibióticos por via oral e analgésicos. Nos casos de agravamento do quadro, o paciente deve ser internado para receber antibióticos por via endovenosa. Depois de resolvida a infecção, o paciente deve ser submetido à cirurgia para desobstruir as vias lacrimais, visando evitar recidiva.

Crônica

As manifestações clínicas da dacriocistite crônica são discretas, apresentando somente produção constante de pus, especialmente quando se faz pressão na região interna das pálpebras.

O tratamento da dacriocistite crônica também envolve cirurgia.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Dacriocistite
http://www.iobh.com.br/?cntID=105

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.