Ectrópio Uterino

O ectrópio uterino, popularmente chamado de “ferida no colo do útero”, consiste em um processo inflamatório que pode surgir durante a adolescência, devido ao uso de anticoncepcionais, na gestação e pós-parto, ou ainda, em decorrência de transtornos ginecológicos não tratados.

Esta condição pode ser assintomática. Contudo, em certos casos, pode ocasionar aumento de secreção vaginal (corrimento), ligeiro sangramento durante o ato sexual, ou ainda, dor no baixo ventre.

O diagnóstico comumente é alcançado por meio da colposcopia. Deve ser colhido um fragmento da mucosa lesionada para realização de exame citológico, visando investigar se há ou não a presença de células pré-cancerosas ou células já cancerígenas.

De acordo com especialistas, a cauterização, método até então muito utilizado para o tratamento do ectrópio uterino tem caído em desuso, pois estão surgindo novas formas de tratamento. Nos casos do ectrópio ser decorrente de uma patologia, deve ser tratado de acordo com a causa. Quando resultante do uso de anticoncepcionais, não é necessário que seja feito um tratamento específico, somente a suspensão ou troca do medicamento.

Fontes:
http://www.autores.com.br/2009110625351/artigos-cientificos/ciencias-biologicas/lesoes-pre-invasoras-do-colo-uterino.html
http://www.drcarlos.med.br/artigo_011.html

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Doenças