Granuloma Anular

O granuloma anular consiste em uma desordem inflamatória da pele, caracterizada pelo aparecimento de lesões avermelhadas, em formato de círculo ou anel.

Sua etiologia ainda não foi elucidada, porém foi levantada a hipótese de que seja causada por uma reação imune do organismo a diversos agentes, além de poder estar relacionado ao diabetes, especialmente em casos generalizados. Afeta crianças, jovens e adultos, com ligeira predileção pelo sexo feminino.

Além das erupções granulomatosas de formato circular e avermelhadas, que podem ser únicas ou múltiplas, os pacientes habitualmente não apresentam outras manifestações clínicas. Incomumente, os pacientes podem apresentar ardência e prurido nas lesões. Estas últimas costumam surgir no dorso das mãos e dos pés, porém podem afetar qualquer parte do corpo.

O diagnóstico é feito com base no quadro clínico, sendo confirmado pela biópsia. Um fato curioso é que a lesão que foi submetida à biópsia pode sofrer regressão espontânea após o procedimento.

As lesões podem regredir espontaneamente, sem que seja implementado tratamento, dentro de alguns meses até dois anos, variando de acordo com o quadro. O tratamento inclui a aplicação de corticosteroides intra-lesionais ou aplicações tópicas na lesão. Em casos generalizados, o uso de fármacos via oral é necessário.

Outra forma de tratamento é a realização de puncturas sobre as lesões, bem como crioterapia com nitrogênio líquido.

Fontes:
http://www.dermatologia.net/novo/base/doencas/gran_anular.shtml
http://www.dermis.net/dermisroot/pt/38008/diagnose.htm
http://en.wikipedia.org/wiki/Granuloma_annulare

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Doenças