Hérnia

Por Débora Carvalho Meldau
Hérnia é definida como uma protrusão de um órgão ou parte dele através de um orifício natural ou adquirido.

Existem diversas possibilidades de hérnias. Os três principais tipos, em ordem decrescente de ocorrência são:

  • Hérnia inguinal: ocorre na virilha. Em indivíduos do sexo masculino, podem estender-se até os testículos levando à hérnia inguinoescrotal.
  • Hérnia umbilical ou paraumbilical: surge ao redor do umbigo e normalmente são causadas pela passagem de alguma alça intestinal através da musculatura. Ocorre mais comumente em bebês e costumam desaparecer espontaneamente.
  • Hérnia epigástrica: surge na linha média do abdome, como conseqüência do afastamento dos músculos reto abdominais.

Outros tipos de hérnia compreendem: hérnia femoral, hérnia incisional, hérnia de hiato esofágico, hérnia muscular, hérnia diafragmática, hérnia de Petit, hérnia de disco, hérnia cerebral, entre outras.

Para exemplificar a formação de uma hérnia, irei usar o exemplo de hérnias que ocorrem com órgãos da cavidade abdominal. Esta condição normalmente surge quando o indivíduo realiza um movimento que necessite de muita força, tossir ou realizar qualquer tarefa que eleve a pressão na cavidade abdominal.

Basicamente, a cavidade abdominal é o local onde se encontram os intestinos, estômago, fígado, baço, entre outros. Todos permanecem nos seus respectivos lugares por meio das aponeuroses, músculos e pele, com algumas regiões protegidas por ossos. Contudo, quando, por alguma razão, esta parede fica debilitada pode haver a formação de um orifício na parede muscular e aponeurótica da parece, sendo que os componentes existentes na cavidade abdominal tendem a deslizar para o orifício, resultando em uma protusão.

Outro ponto importante é o tamanho do orifício, sendo que se ele for grande, provavelmente irá causar apenas certo desconforto ao paciente, enquanto que um orifício diminuto poderá causar um estrangulamento do órgão herniado. Essa situação é considerada uma emergência médica, pois, nesse caso, o paciente corre risco de morte, necessitando ser operado rapidamente, uma vez que o órgão em questão fica sem receber suprimento sanguíneo, o que pode evoluir para isquemia e necrose.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/H%C3%A9rnia
http://drauziovarella.com.br/doencas-e-sintomas/hernia/

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.