Currículo

O currículo (palavra que vem do latim Curriculum Vitae e significa carreira de vida) tornou-se um documento imprescindível na hora de solicitar, por exemplo, trabalho ou uma bolsa de estudo. O currículo serve para descrever a trajetória de uma pessoa (seus estudos e conhecimentos, e todos os dados que ajudam a entender sua experiência profissional). Deve-se ser cuidadoso na hora de elaborar um currículo, porque este documento é o cartão de apresentação do solicitante e, definitivamente, é a primeira imagem que se adquire de quem o apresenta à empresa ou à instituição a que se dirige.

Para elaborar o currículo corretamente é necessário fazer uma lista com tudo o que se deseja incluir e, em seguida, pôr os itens em ordem de acordo com o que se considera mais importante. Os dados devem ser apresentados de forma inteligente, levando em consideração as necessidades da empresa ou instituição à qual será apresentado.

O currículo deve sempre ser elaborado em folhas A4 (210 x 297) brancas, somente deve ser preenchida uma página por folha, é preciso usar as margens adequadas e deixar um espaço entre os parágrafos. O currículo não deve ser muito extenso nem apresentar borrões ou erros ortográficos, além disso, é melhor que todas as vias sejam originais, visto que nem sempre a qualidade das cópias é muito boa. As informações nele contidas devem ser verdadeiras, breves e simples.

Recomenda-se que no primeiro bloco estejam contidas as informações do candidato: nome completo, endereço, telefones, e-mail e estado civil. Os números dos documentos podem ser excluídos, visto que só serão necessários quando da contratação.

No bloco seguinte serão mostrados os estudos e a formação do solicitante. Os títulos devem ser apresentados cronologicamente (do mais recente para o mais antigo, doutorado, formatura, etc.) e formação complementar (cursos de aprimoramento profissional - feito línguas e programas ou linguagens que domina no que diz respeito à informática).

Posteriormente é apresentada a experiência profissional. Aqui podem ser citados os trabalhos realizados com e sem contratos (do mais recente para o mais antigo, citando o tempo que passou em cada um). Projetos de pesquisa, congressos e conferências dos quais o solicitante participou, bem como prêmios, publicações e entidades acadêmicas ou profissionais às quais o solicitante pertenceu ou pertence.

Arquivado em: Educação