Projeto de Pesquisa

Por Roberta Laisa Dantas de Sousa
É um planejamento do método utilizado por um pesquisador que pretende gerar certa pesquisa. O projeto de pesquisa define os rumos tomados pelo pesquisador contendo as questões de estudo, uma maneira de abordar a realidade. Seguir objetivos evitam o desperdício de tempo e diminui o custo elevado da pesquisa. O projeto responderá algumas perguntas:

• O que pesquisar? (tema)
• Por que pesquisar? (justificativa)
• Para que pesquisar? (objetivos)
• Como pesquisar? (metodologia)
• Quando pesquisar?
• Por quem? (cronograma)

Sustentará o projeto uma estrutura do tipo:
• Tema também chamado de assunto da pesquisa;
• Delimitação do tema ou tema específico;
• Justificativa;
• Problema;
• Hipótese;
• Objetivos;
• Objetivos específicos;
• Metodologia;
• Cronograma;
• Referências.

Tema – procurar um tema de domínio do pesquisador. O pesquisador tem que provar algo no tema. Estar atento as possibilidades possíveis do assunto. Considerar as contribuições e interesse do tema na área científica. Lembrar que o conhecimento existe em várias áreas, dentre as várias áreas o pesquisador faz sua escolha.

Delimitação do tema – é o tema específico. Para se ter um tema específico é preciso delimitar o tema geral.

Tema geral: A importância da leitura
Tema específico: A importância da leitura na 8ª série

Justificativa – mostra a importância do projeto. É a resposta do escritor ao projeto.
Barral (2003, p. 88-89) sugere itens relevantes que podem fazer parte de uma justificativa bem qualificada.

a) ATUALIDADE: inserção do tema no contexto atual;
b) INETISMO DO TRABALHO: proporcionará mais importância ao assunto;
c) INTERESSE DO AUTOR: vínculo do autor com o tema;
d) RELEVÂNCIA DO TEMA: importância social, jurídica, política, etc.;
e) PERTINÊNCIA DO TEMA: contribuição do tema para o debate jurídico.

Problema – É feito em forma de pergunta. No decorrer do projeto a pergunta vai sendo explorada e respondida.
Exemplo: Qual a utilidade da era informatizada para a atualidade?

Hipótese – supõem-se algo do tema com possível solução. Só é capaz de surgir depois de formulado o problema.

Objetivos – aqui vão aparecer às pretensões do pesquisador, descreve os prováveis resultados delimitando-os. Os objetivos dividem-se em gerais e específicos. No objetivo usa-se verbos no infinitivo.

Exemplos: gerais – analisar, explicar, saber, entender, identificar, descrever, aprender, julgar, compreender, conhecer etc.

Objetivos específicos – mostra aspectos e ações detalhadamente. Assim como o objetivo geral usa verbos no infinitivo o específico também.

Exemplos: específicos – numerar, investigar, relacionar, traduzir, listar, exemplificar, distinguir, aplicar, selecionar, classificar etc.

Metodologia – É o método e técnica utilizados para acontecer à coleta de dados. Vão existir diversos tipos de pesquisas dentre elas: exploratória, descritiva, explicativa, bibliográfica, documental, experimental, levantamento, estudo de campo, estudo de caso, pesquisa-ação.

Cronograma – delimita cada ação feita no projeto de pesquisa em termo de tempo. Pode-se ser em meses e de acordo com cada atividade realizada.

Referências – são as fontes consultadas, parte teórica da pesquisa.
Exemplo: ASTIVERA, Armando. Metodologia da pesquisa cientifica. 7. Ed. Porto Alegre: Globo, 1983.

Fontes
ASTIVERA, Armando. Metodologia da pesquisa científica.