Chumbo

Por Júlio César Lima Lira
O Chumbo (símbolo Pb) é um metal representativo de número atômico igual a 82 e massa atômica ponderada 207,2 u. Por causa das suas características atômicas, inclui-se no grupo dos metais pesados: é bastante nocivo à boa parte dos organismos (dentre eles o humano).

Nas condições ambiente é sólido, maleável e de cor branco azulada se cortado recentemente; caso contrário, quando exposto ao ar, adquire coloração acinzentada.   Não é encontrado puro na natureza, mas na forma de compostos minerais, geralmente, sulfurados (como o sulfeto de chumbo). Seu potencial de oxidação em relação ao hidrogênio é de + 0,126 V, sendo assim, é relativamente resistente à corrosão – ainda mais porque o óxido formado que recobre o metal serve de proteção e apassiva o processo de corrosão.

É um metal considerado semicondutor, já que possui resistência relativamente elevada e dificulta passagem de corrente elétrica. Em contrapartida, o óxido de chumbo é muito utilizado na fabricação de baterias de automóveis.

Ocorrência e Abundância

Galena

A maioria de todo o Chumbo impuro do planeta se apresenta na forma de galena (sulfeto de chumbo - PbS) – minério mais comum. Sendo encontrado junto a outros metais, como: Cobre, Zinco, Prata e Tório; além de Urânio.

Outros minerais que contêm quantidades significativas de Chumbo são a cerusita (carbonato de chumbo – PbCO3) e a anglesita (sulfato de chumbo – PbSO4, que são mais raros

Reservas

As maiores reservas de Chumbo encontram-se nos Estados Unidos, Austrália, Canadá, Perú e México – que são também os maiores produtores. No Brasil, a produção se iniciou na Bahia - maior produtor do país – com a extração da galena (com concentração de prata por volta de 2,5Kg por tonelada do minério).

Efeitos à saúde Humana

O Chumbo é extremamente tóxico ao organismo se exposto em doses elevadas. Por isso, a quantidade de Chumbo nos alimentos que consumimos não pode extrapolar certos limites: como as aves, que não podem possuir mais que 1mg de Chumbo a cada quilograma de carne.

Para o ser humano, o Chumbo pode causar os seguintes malefícios:

  • Anemia;
  • Aumento da pressão sanguínea;
  • Danos aos rins;
  • Abortos;
  • Deformações ao feto a partir da placenta da mãe;

A possibilidade de existência de cânceres através da contaminação por Chumbo é bastante discutida, mas os estudos são ainda inconclusivos. Todavia, a melhor forma de evitar uma possível contaminação é não manter contato expressivo com o metal.

Aplicações

  • Bateria de chumbo – acumuladores – para automóveis;
  • Pela sua resistência a corrosão, o Chumbo pode ser utilizado para o manuseio de ácidos (como o Sulfúrico);
  • Ligas metálicas para a fabricação de solda, fusíveis e revestimentos elétricos.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Chumbo
http://csm.jmu.edu/minerals/USMinerals.html
http://tabela.oxigenio.com/outros_metais/elemento_quimico_chumbo.htm