Ciclismo BMX

Pós-graduação lato sensu em Jornalismo (Faculdade Cásper Líbero, 2014)
Graduação em Educação Física (Complexo Educacional FMU, 2007)

Apesar do Bicycle Moto Cross, ou simplesmente BMX, ser considerado a mais novo dentro do Ciclismo é ao mesmo tempo o mais radical. Não é apenas uma disputa de quem chega primeiro, mas uma apresentação de saltos surpreendentes sobre os obstáculos.

A história revela que a primeira prova oficial de ciclismo aconteceu em 1868, no parque Saint Cloud, na França. O vencedor foi o inglês James Moore, que por coincidência, seu país de origem ajudou a fundar a Associação Internacional de Ciclismo. Entretanto, logo se desfez para formar a União Ciclista Internacional (UCI), no ano de 1900.

O esporte se estabeleceu no Brasil em 1895, quando ocorreu a primeira competição oficial de ciclismo. Foram 30 atletas em uma disputa que inaugurou o velódromo brasileiro, na época situado na rua da Consolação, centro da capital paulista.

As manobras radicais do BMX, ou Bicicross, surgiram no final dos anos 50 na Holanda. Influenciado pelo Motocross, os jovens quiseram inventar algo parecido com as bicicletas e iniciaram as primeiras corridas em uma pista de terra.

Com a popularização da modalidade criou-se 1981, a Federação Internacional de BMX, uma vez que, há 11 anos estreava a primeira federação nos Estados Unidos. Mais tarde, passou a pertencer a UCI, no ano de 1993.

O início das disputas olímpicas deu-se em 2008 na cidade de Pequim, com provas nas duas categorias: masculina e feminina.

As competições atualmente são com bicicletas de aros 20 e 24. Por meio de faixa etária, são divididas em 8 ciclistas por bateria, que largam de uma altura de 10 metros. Passando por diversos obstáculos semelhantes ao motocross, os atletas realizam uma volta na pista com objetivo de fazer no menor tempo possível.

Categorias da competição

Masculino

  • 1ª etapa - Com uma única volta, para computar o tempo e separar 4 grupos de 8 ciclistas.
  • 2ª etapa - São 5 corridas, valendo pontuação de 1 a 8. Sendo primeiro lugar 1 ponto, segundo 2 pontos e assim sucessivamente. Avançam para a semifinal os dois primeiros das 3 primeiras corridas e os primeiros das 2 últimas baterias.
  • Semifinal - Disputas de 16 ciclistas divididos em 2 grupos, onde os 4 de cada grupo com o menor tempo seguem para a final.
  • Final - Os 8 atletas concorrem o primeiro, segundo e terceiro lugar, em somente uma corrida.

Feminino

  • Semifinal - Igual no masculino, com 2 grupos de 8 integrantes, avançando as 4 melhores colocadas de cada grupo.
  • Final - Também competem pelas medalhas, em apenas uma prova com 8 finalistas.

Algumas nomenclaturas do esporte:

  • Andar na roda: Caso o atleta corra próximo do adversário à frente.
  • Puxar: No caso do competidor que estava andando na roda, ultrapassar seu oponente.
  • Pelotão: Quando ocorre um grupo de ciclistas durante a corrida.
  • Fuga: Durante o tempo que o esportista corre para fugir do pelotão.
  • Sprint: No momento em que o atleta acelera, normalmente para finalizar a prova.

Referências Bibliográficas:
Silva Vieira; Armando Freitas. O que é ciclismo. Rio de Janeiro: Casa da Palavra; COB, 2007.
http://www.brasil2016.gov.br/pt-br/olimpiadas/modalidades/ciclismo-bmx
http://www.cbc.esp.br/default/conteudo.php?m=bmx

Arquivado em: Esportes