Fibra óptica

Por Leopoldo Toffoli
Com o avanço da tecnologia os cabos de metal foram substituídos por cabos de fibra óptica. A fibra óptica é um fio de vidro transparente e muito fino, tendo diâmetro aproximadamente de 0,5mm, semelhante a um fio de cabelo. Ele possui estrutura cilíndrica e é dividido em duas partes: núcleo e casca, onde o núcleo é a região central e a casca é a região que envolve o núcleo.

O índice de refração do vidro é tal que um raio que penetra por uma extremidade caminha pelo núcleo da fibra sofrendo reflexões totais em suas paredes, até chegar à outra extremidade.

Os cabos de fibra óptica possuem várias vantagens em relação aos cabos metálicos:

* Matéria-prima abundante;
* Maior capacidade de transmissão de informações;
* Não sofre interferências de ondas eletromagnéticas;
* Como esses fios são feitos de vidro, eles não corroem e não oxidam como os fios metálicos;
* Pequeno tamanho e peso.

Apesar de serem de vidro, as fibras ópticas são bem flexíveis.

Uma das aplicações da fibra óptica é na construção de instrumentos médicos que permitem a observação de determinados órgãos (endoscópio). Também são utilizados como cabos de internet, podendo atingir altíssimas velocidades se comparado aos cabos de internet anteriores.

Temos dois tipos de fibras ópticas: Monomodo e Multímodo.