Adjetivos Indefinidos

Por Leandro Cabral
O adjetivo indefinido, como todos os determinantes, é um “companheiro” do nome (substantivo). Ele exprime nuances imprecisas ligadas à quantidade: quantidade nula (= a zero), parcial, global... Ele pode remeter a algo animado, inanimado ou aos dois ao mesmo tempo. Ele pode apresentar-se sob uma forma variável ou invariável.

adjetivos indefinidos variáveis exprimindo uma

quantidade

- nul / nulle (nunhum / nenhuma);

- aucun / aucune (nenhum / nenhuma);

- certain / certaine, certains / certaines (certo / certa, certos / certas);

- quelque / quelques (algum / alguns);

- quelconque / quelconques (qualquer um(a) / quaisquer uns, umas);

- n’importe quel / n’importe quelle, n’importe quels / n’importe quelles (qualquer um / qualquer uma, quaisquer uns / quaisquer umas) ;

- divers / diverses (diversos / diversas);

- différents / différentes (diferentes – masculino e feminino)) ;

- tout / toute, tous / toutes (todo / toda, todos / todas – valor distributivo = cada);

- tout / toute, tous / toutes (todo / toda, todos / todas – valor global);

qualidade

- même / mêmes (mesmo, mesma / mesmos, mesmas);

- autre / autres (outro, outra / outros, outras);

- tel / telle, tels / telles (tal, tais – masculino e feminino);

adjetivos indefinidos invariáveis

- chaque (cada – marca valor distributivo). “Chaque” é sempre singular.

- plusieurs (vários, várias – quantidade parcial). “Plusieurs” é sempre plural.

Valores e empregos

Os adjetivos indefinidos que marcam uma quantidade “zero”

- Aucun(e), acompanhado pelos advérbios “ne”, “ne...plus”, “ne...jamais” (não, não...mais, não...jamais) ou precedido da preposição “sans” (sem).

Ex: Il n’a aucune patience et elle n’a plus aucun espoir. (Ele não tem nenhuma paciência e ela não tem mais nenhuma esperança.).

- Nul(le) pertence à língua culta e é empregado com “ne” e “sans”.

Ex: Ils n’ont nul besoin de ces manteaux, il fait très chaud aujourd’hui ! (Eles não têm necessidade destes casacos, hoje está muito quente!).

Os adjetivos indefinidos que marcam uma quantidade parcial, positiva

- Certain(e). No singular, este adjetivo é empregado acompanhado do artigo “un(e)” (um(a)) e pode adquirir diversos sentidos segundo o contexto.

Ex: Un certain nombre de...; un certain courage ; d’un certain âge. (um certo número de... – número impreciso ; uma certa coragem – uma quantidade de coragem ; de uma certa idade – um pouco idoso(a)).

No plural é empregado sem artigo (alguns entre outros)

Ex: Certaines personnes... (certas pessoas – algumas pessoas entre outras).

- Quelque(s). No singular é empregado só e tem o sentido de “um” ou de “uma quantidade indeterminada”.

Ex: Elle a passé quelque temps dans sa chambre (ela passou um/algum tempo no seiu quarto).

No plural pode ser empregado com um determinante e tem o sentido de “um pequeno número de...”, “um certo número de...”. Ele tem frequentemente um valor restritivo.

Ex: Le restaurant était presque vide, mais il y avait encore quelques clients (O restaurante estava quase vazio, mas havia ainda alguns clientes).

- Plusieurs tem o sentido de “mais de dois”. Ele exprime um plural impreciso, mas ele não tem o sentido restritivo de “quelques”

Ex: J’ai invite plusieurs personnes. (Eu convidei várias pessoas).

Lembre-se que « plusieurs » é invariável e que ele não é utilizado nunca com artigo.

- Différents, divers. Diante de um substantivo no plural, eles tornam-se adjetivos indefinidos e são empregados sem determinante. Estes dois adjetivos têm o sentido de “plusieurs”.

Às vezes o substantivo associado a estes adjetivos é definido. Nesse caso, nota-se a presença de um determinante.

Ex: J’ai reflechi aux différents avantages de partir en France. (Eu pensei nas diferentes/diversas vantagens de partir para França).

Os adjetivos indefinidos que marcam a totalidade

- Chaque. Este adjetivo mostra que, em um todo, os elementos são tomados um a um. “Chaque” é empregado sempre sem determinante e é sempre seguido de um substantivo no singular. Ele tem a mesma forma para o masculino e para o feminino. Ele remete à pessoas ou à coisas.

Ex: Chaque Français peut voter..., chaque jour je prend l’autobus..., chaque année nous allons à la montagne (Cada francês pode votar..., cada dia eu pego o ônibus..., cada ano nós vamos à montanha). Nesses casos « chaque » tem valor de « todo ».

- Tout(e) mostra que;

1. Em um todo, os elementos são tomados um por um. No singular e sem determinante ele tem o mesmo sentido de “chaque”, mas é menos usual.

No plural, com um determinante, diante de um número, ele tem o mesmo valor distributivo (nesse caso não se deve utilizar o “chaque”).

Ex: Le téléphone sonne toutes les cinq minutes. (O telefone toca a cada cinco minutos).

! – Não podemos dizer “chaque cinq minutes”

2. Em um todo, os elementos são tomados globalmente. No singular eles designam uma totalidade. Eles são seguidos de um determinante definido.

Ex: Tout le monde est là ? (Todo mundo está aqui ?)

No plural eles designam um todo. São seguidos de um determinante definido.

Obs: seguido de um número, geralmente “deux” (dois) ou “trois” (três), o adjetivo “tous” e “toutes” pode ser utilizado com ou sem determinante.

Ex: J’ai deux fils: tous (les) deux sont avocats. (Eu tenho dois filhos: todos (os) dois são advogados).

Os adjetivos indefinidos que marcam que uma pessoa ou coisa é completamente indeterminada

- « n’importe quel / n’importe quelle, n’importe quels / n’importe quelles » são utilizados sem determinante ;

- “Quelconque” localiza-se de preferência depois do substantivo com um determinante.

Os adjetivos indefinidos que marcam a identidade ou a diferença

- “tel / telle, tels / telles” precedidos ou não de um determinante indefinido, exprimem a similitude, a comparação.

- “Même(s)” é acompanhado de um determinante definido e, colocado antes do nome (substantivo), exprime a similitude.

Ex: Elles ont le même âge. (Elas têm a mesma idade).

- Autre(s). Colocado entre o nome e seu determinante, ele distingue uma pessoa ou uma coisa de outra pessoa, de outra coisa.

Ex: J’ai une autre opinion. (Eu tenho (uma) outra opinião).

! – Atenção: no plural “un(e) autre” torna-se “d’autres”