Comunidade Econômica Europeia

Comunidade Econômica Europeia (CEE) é o nome da organização internacional que existiu de 1958 até 1993, e que neste mesmo ano tornou-se a atual "União Europeia" (EU).

Torna-se importante fazer a distinção entre Comunidade Econômica Europeia (CEE) e União Europeia (UE) pois ambas organizações são representativas de estágios preconizados na teoria do processo de integração econômica, desenvolvido na década de 60:

  1. zona preferencial de comércio
  2. área de livre comércio
  3. união aduaneira
  4. mercado comum
  5. união econômica e monetária
  6. integração econômica total

De acordo com tais estágios, a CEE constituía um mercado comum, ou seja, o quarto passo no caminho a uma união econômica plena entre os países constituintes. Estabelecia uma união aduaneira e uma política unificada de regulamentação de circulação de capital, bens, produtos e serviços.

O surgimento da CEE dá-se em 1958, com o Tratado de Roma. Porém, para sua criação foi crucial o Tratado de Paris de 1951 que criava a Comunidade Europeia do Carvão e do Aço (CECA), que contava exatamente com os mesmos membros que se reuniriam em Roma posteriormente: Alemanha Ocidental, França, Itália, Bélgica, Países Baixos e Luxemburgo.

Mais tarde, em 1965, o Tratado de Bruxelas iria fundir a CECA, a Comunidade Europeia de Energia Atômica (EAEC ou Euratom) e a CEE em um só organismo denominado "Comunidades Europeias", sendo que a CEE ficava responsável pela maioria das diretrizes.

Com o Tratado de Maastricht, de 1993, a CEE é substituída pela União Europeia. Assim, as Comunidades Europeias, (renomeada então Comunidade Europeia) formada por CECA, Euratom e CEE passam a formar um dos três pilares da União Europeia, elementos de construção institucional da nova organização internacional que então surgia.

A comunidade, que contava inicialmente com seis membros, teve a adesão em 1973 de Irlanda, Reino Unido e Dinamarca.Mais tarde, em 1981, foi a vez da Grécia, e em 1986, de Portugal e Espanha.

A CEE era formada pelas seguintes instituições:

1-Conselho da União Europeia - a principal instância decisória da CEE; sediada em Bruxelas, Bélgica
2-Comissão Europeia - a instituição executiva da CEE; sediada em Bruxelas, Bélgica
3-Parlamento Europeu - a instituição legislativa da CEE; sediado em Estrasburgo, França
4-Tribunal de Justiça das Comunidades Europeias - o tribunal da CEE; sediado em Luxemburgo
5-Tribunal de Contas Europeu - analisava as contas das instituições da organização; sediado em Luxemburgo

Com o advento da União Europeia, tais entes sofreram algum tipo de reforma, mudando em alguns casos a denominação e algumas das atribuições, mas a grosso modo permanecendo com as mesmas incumbências.

A criação da CEE bem como sua posterior evolução para União Europeia constitui um capítulo inédito na história mundial, e ainda hoje sem paralelos, como exemplo de integração econômica e quebra de barreiras econômicas e alfandegárias entre nações.

Bibliografia:
Versão em português do site da UE : http://europa.eu/index_pt.htm
http://en.wikipedia.org/wiki/European_Economic_Community
Almanaque Abril, edição 33, editora Abril, 2007, verbete "União Europeia"

Arquivado em: Europa, Geografia