Sacro Império Romano-Germânico

Por Pedro Augusto
O Sacro Império Romano - Germânico foi a união de certas localidades da Europa na Idade Média, Moderna e Contemporânea, e que estavam sob a autoridade do Sacro Império Romano. As dinastias responsáveis pelo governo do Império foram as mais diversas.

Mapa do Sacro Império Romano-Germânico (linha em vermelho)

Primeiramente os soberanos do Sacro Império foram os Carolíngios, uma dinastia franca que foi responsável por restabelecer o Império Romano do Ocidente de 800 a 887, e que tem como sua principal figura o Imperador Carlos Magno, que é considerado o primeiro Imperador do Sacro Império Romano - Germânico, com sua coroação no dia 25 de Dezembro de 800.

Depois dessa dinastia veio a dinastia Guideshi, que em pouco tempo deu lugar novamente a dinastia Carolingia. Como a terceira dinastia estava a dos Saxões, que eram povos germânicos que viviam onde é hoje o noroeste da Alemanha e o leste da Holanda. Em quarto lugar a dinastia Sália, e logo depois a dinastia von Süpplingerburg, logo após os von Hohenstaufen, os Guelfos, e os von Wittelsbach respectivamente. Como a ultima dinastia, que durou maior período inclusive, de 1273 a 1806, foram a dinastia dos von Habsburg, que teve fim com as Guerras Napoleônicas (conflito armado designado que se estabeleceu em 1799 a 1815, em que nações da Europa se opunha a Napoleão Bonaparte), representada na figura do Imperador Francisco II.

Uma observação que é de grande importância se tratando de Sacro Império Romano - Germânico é que esse Império foi palco também da Guerra dos Trinta Anos, que foi uma série de guerras entre diversas nações Europeias que tinham vários motivos, más especialmente um: rivalidades religiosas entre Católicos e Protestantes.

Uma outra coisa que devemos expor aqui é a questão da expansão territorial do Império Romano - Germânico. Tal expansão sempre foi algo muito variável, ou seja a questão do verdadeiro territorio do Império era algo sempre questionável, pois seu ápice ocorreu justamente quando o Império conseguiu englobar alguns territórios como Alemanha, Áustria, Suíça, Liechtenstein, Luxemburgo, Republica Tcheca, Eslovênia, Bélgica, Países Baixos, e uma grande parte da Polônia, França e Itália.

Já na maioria das vezes em sua história, o Sacro Império Romano - Germânico foi composto por centenas de pequenos reinos, principados, ducados, condados, e cidades livres imperiais, e outras formas de domínios. Uma outra curiosidade é que apesar do Nome “Sacro Império Romano - Germânico”, o império nunca chegou a dominar a cidade de Roma. Ele recebeu esse nome em homenagem a todas as glórias e ao poder que o Império Romano conseguiu com o passar do tempo em quase todo o continente europeu.

Fontes:
http://educacao.uol.com.br/historia/sacro-imperio-romano-germanico.jhtm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Sacro_Imp%C3%A9rio_Romano-Germ%C3%A2nico
http://www.historiadomundo.com.br/romana/sacro-imperio-romano-germanico.htm
Mapa: http://neatnik2009.wordpress.com/2010/01/26/feast-of-johannes-bugenhagen-april-20/