Polo tecnológico

Por Emerson Santiago
Polo tecnológico é uma expressão utilizada para referir-se a um centro de produção de alta tecnologia, baseado em informações da indústria quaternária. Em outras palavras, são centros tecnológicos e de negócios combinados especificamente e estabelecidas em torno de reconhecidos institutos de ensino e pesquisa. Tal centro reúne um ambiente que inclui recursos humanos, laboratórios e equipamentos que têm como objetivo a criação de novos processos, produtos e serviços. Podem ser desenvolvidos pelo setor privado ou por cooperação ou parcerias entre os setores público e privado. Tanto pequenas empresas como grandes conglomerados estão estruturados em torno de polos tecnológicos.

Com o desenvolvimento do polo tecnológico, o objetivo é criar novos empregos industriais para substituir os empregos perdidos a partir de antigas indústrias que estão contratando. No entanto, a reindustrialização, com o uso desses tipos de indústrias, cria menos empregos em relação àqueles que se perdem.

É importante salientar que um simples agrupamento de empresas e instituições de pesquisa não se transforma automaticamente num polo.  São necessários vários outros atributos considerados fundamentais, como, por exemplo, pré-disposição ao intercâmbio entre os agentes envolvidos e arranjos institucionais pouco burocratizados e mais ágeis, que facilitem a difusão de cada progresso técnico.

Os polos tecnológicos podem assumir, pelo menos, três formas. As duas primeiras são denominadas "polo com estrutura informal" e "Polo com estrutura formal". Tais estruturas diferem apenas no fato de que na última existe uma entidade coordenadora, formalmente constituída. De qualquer modo, em ambos os casos, as empresas e instituições de pesquisa estão dispostas em vários pontos da cidade, podendo ainda incluir uma incubadora para abrigar as firmas nascentes do programa do respectivo polo.

Uma terceira modalidade de polo tecnológico, considerada a mais completa, recebe o nome de "parque tecnológico". Neste tipo de organização, as empresas se encontram reunidas em um mesmo local, dentro do campus de uma universidade, ao lado deste ou então em uma área próxima, geralmente, menos de cinco quilômetros. Uma entidade realiza a coordenação do polo, de modo a facilitar a integração entre universidade e empresa gerenciando o uso dos equipamentos do polo. São disponíveis ainda, para venda ou locação, terrenos e prédios, que abrigam uma incubadora ou condomínio de empresas.

Para a devida implementação do polo tecnológico, deve haver uma área de assentamento adequada, adjacente aos portadores de competência, permitindo a coordenação dos projetos e a tecnologia orientada.

Fatores importantes para os investidores incluem:

  • bons edifícios e locais de construção;
  • um cenário atraente ambiental atraente;
  • excelente acesso rodoviário e a proximidade de um aeroporto internacional;
  • excelentes instalações de comunicação
  • habitações de boa qualidade para os gestores;
  • fácil acesso a mão de obra bem treinada e motivada

Bibliografia:
Technopole. Disponível em: <http://en.wikipedia.org/wiki/Technopole>. Acesso em: 12 jan. 2012.
O que são Polos Tecnologicos, para que servem, beneficios que podem proporcionar e quais sao os principais? Disponível em: <http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20070206061402AAt3Snp>. Acesso em: 12 jan. 2012.