Certificação IELTS

Por Emerson Santiago
IELTS é uma sigla que significa "International English Language Test System" e corresponde a uma certificação internacional reconhecida mundialmente entre os mais importantes comprovantes de conhecimento da língua inglesa. É ministrado conjuntamente entre a Universidade de Cambridge, Conselho Britânico e IDP Education Pty Ltd, tendo sido realizado pela primeira vez em 1989. Há duas versões do IELTS: a acadêmica e a de treinamento geral.

A versão acadêmica (Academic Version) é destinada àqueles que desejam trabalhar no ensino superior, em universidades instituições similares ou então para profissionais como por exemplo médicos, engenheiros, e outros que queiram aprimorar seus estudos em um país de língua inglesa.

A segunda versão, de treinamento geral (General Training version) foi planejada para aqueles que não estão buscando treinamento técnico avançado, ou ainda para aqueles que desejam um certificado para aprimoramento de seus conhecimentos do idioma no trabalho ou ainda com o objetivo de imigração.

O exame é fundamental para a entrada em instituições educacionais do Reino Unido, Austrália e Nova Zelândia, além de também ser aceito nos Estados Unidos, Canadá e outros países de língua inglesa. O exame ainda é exigido em processos de visto para estudantes e/ou imigração pelos governos da Austrália, Nova Zelândia e Canadá.

É amplamente aceito que os exames de leitura e escrita da versão acadêmica são mais difíceis em relação aos da outra versão, de treinamento geral, devido a diferenças no rigor e no nível de conhecimentos exigidos entre um e outro. O resultado do teste, contido no certificado "Test Report Form" é valido por dois anos.

O exame IELTS contém as seguintes características aplicadas que são exigidas de seus candidatos:

- Variedade e diferença entre os diversos sotaques da língua, na sua forma escrita e oral, visando conhecimento dessas formas e procurando evitar preconceito ante tais versões;

- Habilidades de leitura, escrita e fala do idioma;

- Pontuações para cada subseção: (leitura, audição, escrita e fala); tal pontuação em cada setor vai desde "0" (não tentou fazer o teste) até "9" (candidato especializado)

- Módulo de fala - componente chave do IELTS, onde o candidato é "entrevistado" pelo examinador individualmente. O examinador irá avaliá-lo em suas habilidades de se expressar no idioma inglês e a avaliação é gravada e monitorada, podendo ser refeita caso o candidato apele com êxito da nota dada.

- Vários grupos distribuídos por diversos países elaboram o conteúdo a ser incluído na prova. Os grupos que produzem as questões estão nos Estados Unidos, Grâ-Bretanha, Austrália, Nova Zelândia e Canadá, principalmente.

O candidato terá que passar por um teste de cerca de 2 horas e 40 minutos que é composto por:

Audição (Listening): 40 minutos distribuídos entre 30 minutos de audição de diálogos pré-gravados e mais 10 minutos dedicados ao preenchimento da folha de respostas.

Leitura (Reading): 60 minutos
Escrita (Writing): 60 minutos

O teste é realizado em cerca de 500 localidades em 121 países diferentes e torna-se cada vez mais importante entre os testes que avaliam conhecimentos de língua inglesa. Os centros autorizados a realizar o IELTS oferecem-no até quatro vezes por mês, dependendo da demanda. A página oficial do exame indica quais os locais no Brasil que ministram a prova.

Bibliografia:
http://www.ielts.org/default.aspx - Página oficial do IELTS (em inglês)

http://www.britishcouncil.org/br/brasil-education-exams-ielts.htm - Página do British Council no Brasil -
informações sobre o IELTS