Common verbs with nouns for actions (Verbos comuns com substantivos para ações)

COMMON VERBS WITH NOUNS FOR ACTIONS (Verbos comuns com substantivos para ações)

Exemplo: take care (tenha cuidado), have a bath (tome um banho), make promises (faça promessas), give a shout (dê um grito).

Definição

Os verbos comuns são freqüentemente usados com substantivos para descrever ações.

Usa-se “have” com nomes que se referem a comer, beber, conversar e lavar.

Usa-se “give” com nomes que se referem a barulho, batida ou conversa.

Usa-se “make” com nomes que se referem à conversa, planos e viagem.

1. Quando se quer conversar sobre ações, freqüentemente usamos verbos comuns com o substantivo como seu objeto. Ele é quem descreve a ação verbal. Os verbos comuns têm pouco significado.

Ex. I had a nice rest. (Eu tive um bom descanso)

She made a remark about the weather. (Ela fez um comentário sobre o tempo.)

Os substantivos, quando aparecem como verbos, não admitem um objeto.

Ex. Helen went upstairs to rest. (Helen subiu para o andar de cima para descansar)

I remarked that it would surely be better if I came. (Eu comentei que certamente seria melhor se eu chegasse)

2. Verbos diferentes são usados com substantivos diferentes. Usa-se “have” com nomes que se referem a:

meals: breakfast, lunch, dinner, drink, meal, taste, tea.

talking: chat, conversation, discussion, talk

washing: bath, shower, wash.

relaxation: break, holiday, rest.

disagreement: argument, fight, quarrel, trouble.

Ex. We usually have lunch at one o’clock. (Geralmente almoçamos à uma hora)

He was having his first holiday for five years. (Ele estava tendo seu primeiro feriado em cinco anos)

3. Usa-se “give” com substantivos que se referem a:

human noises: cry, gasp, giggle, groan, laugh, scream, shout, sigh, whistle, yell.

facial expressions: grin, smile.

hitting: kick, punch, push, slap.

talking: advice, answer, example, information, interview, lecture, news, report, speech, talk, warning.

Ex. Mr. Sutton gave a shout of triumph. (Mr. Sutton deu um grito de triunfo)

She gave a long lecture about Roosevelt. (Ela deu uma grande palestra sobre Roosevelt)

4. Usa-se “make” com nomes que se referem a:

talking and sounds: comment, enquiry, noise, point, promise, remark, sound, speech, suggestion.

plans: arrangement, choice, decision, plan.

travelling: journey, tour, trip, visit.

Ex. He made the shortest speech I’ve ever heard. (Ele fez o menor discurso que eu já ouvi)

In 1978 he made his first visit to Australia. (Ele fez sua primeira visita à Austrália em 1978)

5. Usa-se “take” com esses nomes:

care, chance, charge, decision, interest, offence, photograph, responsibility, risk, time, trouble, turns

Ex: He was taking no chances. (Ele não tinha nenhuma chance)

She was prepared to take great risks. (Ela estava preparada para grandes riscos)

6. Usa-se “go” e “come” com nomes terminados em –ing para referir-se a esportes e atividades praticadas ao ar livre.

Ex. She goes climbing in her holidays. (Ela vai escalar nas férias)

Every morning, he goes jogging with Tommy. (Ele vai andar a meio trote com Tommy todos os dias)

Observe que você pode usar “go for” e “come for” com “a jog”, “a run”, “a swim”, “a walk”.

Ex. They went for a run before breakfast. (Eles foram fazer uma corrida antes do café-da-manhã)

7. Usa-se “do” com nomes terminados em “–ing” para referir-se a trabalhos ligados ao lar e com nomes que geralmente se referem a trabalho.

Ex. He wants to do the cooking. (Ele quer fazer a comida)

He does all the shopping and I do the washing. (Ele faz toda a compra e eu faço a lavagem.)

The man who did the job had ten years’ training. (o homem que fez o trabalho tem 10 anos de treinamento)

He has to get up early and do a hard day’s work. (Ele tem de levantar cedo e fazer um trabalho difícil de dia).

O verbo “do” é frequentemente usado no lugar de mais verbos específicos. Por exemplo, você pode dizer “Have you done your teeth?” ao invés de “Have you brushed your teeth?”.

Ex. Do I need to do my hair? (Eu preciso fazer meu cabelo?)

Fontes
COBUILD, Collins. Student’s Grammar. Glasgow, HarperCollins Publishers, 1991, p. 154-5.

Arquivado em: Inglês