Escritores da Literatura Africana

Se há um continente que nos atrai por seus segredos e encantos e pela inserção na imaginação do homem que vive no Ocidente, é a África. Ela é vista como um universo repleto de belezas naturais que oferece um vasto campo para a realização das proezas mais incríveis. Mas ela é igualmente uma terra ferida por inúmeros conflitos entre tribos e pela destruição provocada por incontáveis guerras civis. A literatura africana contemporânea  não tem recebido, especialmente nos países de língua portuguesa, a devida atenção, merecida por sua importância cultural. Ela tem se manifestado nos diversos idiomas que configuram a teia linguística do continente africano, dos quais os principais são os de origem francesa, inglesa e portuguesa. A literatura exercitada neste continente ganhou repercussão mundial por meio de autores renomados e premiados, como Wole Soyinka, da Nigéria; Nadine Gordimer, da África do Sul; e o egípcio Naguib Mahfuz, todos eles detentores do Prêmio Nobel de Literatura. Na literatura atual sobressaem nomes como os de Mia Couto, José Eduardo Agualusa e José Luandino Vieira.

Escritores e obras da literatura africana

  • Wole Soyinka: Nigéria. O Leão e a Joia; A Quality of Violence; The Swamp Dwellers; A Dance in the Forests; Kongi's Harvest; The Road; The Man Died; Jero's Metamorphosis; Death And The King's Horsemen; King Baabu.
  • Nadine Gordimer: África do Sul. A Arma da Casa; The Lying Days; A World of Strangers; Occasion for Loving; A Guest of Honour; The Conservationist; July’s People; The Pickup; Face to Face; A Soldier’s Embrace; Loot: And Other Stories.
  • Naguib Mahfuz: Egito. Miramar; Trilogia do Cairo; A Taberna do Gato Preto; Os Filhos do Nosso Bairro; Noites das Mil e Uma Noites.
  • Mia Couto: Moçambique. Antes de Nascer o Mundo; Vozes Anoitecidas; Estórias Abensonhadas; O Fio das Missangas; Terra Sonâmbula; Mar me Quer; Um Rio Chamado Tempo; O Gato e o Escuro; Antes de Nascer o Mundo; A Confissão da Leoa.
  • José Eduardo Agualusa: Angola. A Conjura; A Feira dos Assombrados; Estação das Chuvas; Nação Crioula; Um Estranho em Goa; O Vendedor de Passados; As Mulheres do Meu Pai; Teoria Geral do Esquecimento.
  • José Luandino Vieira: Angola. A Cidade e a Infância; Luuanda; A Vida Verdadeira de Domingos Xavier; Nosso Musseque; O Livro dos Rios; A Guerra dos Fazedores de Chuva com os Caçadores de Nuvens. Guerra para Crianças. 
  • J.M. Coetzee: África do Sul. Desonra; Dusklands; À Espera dos Bárbaros; O Cio da Terra: Vida e Tempo de Michael K; A Idade do Ferro; O Mestre de Petersburgo; Cenas de Uma Vida; A Vida dos Animais; Verão.
  • Pepetela: Angola. O Planalto e a Estepe; As Aventuras de Ngunga; O Cão e os Caluandas; Geração da Utopia; A Gloriosa Família; O Tímido e as Mulheres; Yaka; Mayombe; O Quase Fim do Mundo; Contos de Morte.
  • Ondjaki: Angola. Avodezanove; Bom Dia Camaradas; O Assobiador; Quantas Madrugadas Tem a Noite; E se Amanhã o Medo; Os da Minha Rua; Uma Escuridão Bonita; Os Transparentes; O Voo do Golfinho; Momentos de Aqui.
  • Paulina Chiziane: Moçambique. Niketche: Uma História de Poligamia; Balada de Amor ao Vento; Ventos do Apocalipse; O Sétimo Juramento; O Alegre Canto da Perdiz; Na Mão de Deus.

Fontes:
http://www.cronopios.com.br/site/ensaios.asp?id=1208
http://blogs.estadao.com.br/radar-cultural/livro-do-nobel-de-literatura-wole-soyinka-chega-ao-brasil/
http://www.wook.pt/authors/detail/id/19682
http://pt.wikipedia.org/wiki/
http://www.companhiadasletras.com.br/autor.php?codigo=00303
http://estelivro.wordpress.com/2010/03/31/a-africa-em-7-escritores/

Arquivado em: Literatura