Literatura uruguaia

No período inicial de sua produção, a literatura uruguaia recebeu forte influência do estilo e pensamento europeu. Porém, com o passar dos anos e o nascer de novas obras e autores, as letras do Uruguai ganham identidade e forte desenvolvimento.

De acordo com María Alejandra Oliveira Bermúdez, no livro "Literaturas Americanas" (editora ediPUCRS): “As primeiras manifestações literárias propriamente ditas aconteceram simultaneamente aos processos de independência. Nesse período de descobrimento de uma nova identidade cultural e homogênea como nação, surgiu com força arrasadora a poesia militante, de cuja expressão a primeira figura ilustre foi Bartolomé Hidalgo (1788-1822), autor do hino nacional uruguaio, obra pela qual foi nomeado benemérito da pátria: “Orientais, a pátria ou o túmulo / liberdade ou com glória morrer / é o voto que a alma profere / e que heroicos saberemos cumprir”.

Também considerado como um dos pioneiros da escola gauchesca na literatura, Bartolomé Hidalgo é autor de obras como: "Sentimiento de un patriota", "Idomeneo",  "Marcha Nacional" "Cielito Oriental" e "A don Francisco Solano de Antuña en su feliz unión". Além dele, outras personalidades importantes da produção literária no Uruguai foram Adolfo Berro e Juan Zorrilla de San Martín, dois autores do período romântico.

O modernismo chega ao campo literário do Uruguai em 1900. O poeta Julio Herrera y Reissig foi um de seus precursores. Naquele período, outros escritores de poesia destaque foram Delmira Agustini e Juana de Ibarbourou. Na prosa, encontra-se Horacio Quiroga e no lirismo, Emilio Oribe e Emilio Frugoni.

No campo da ficção, escritores uruguaios de destaque são Jorge Majfud, Mauricio Rosencof, Tomás de Mattos, Mario Benedetti, Eduardo Galeano, Carlos Martínez Moreno e Juan Carlos Onetti. Com bastante aprovação popular, há o contista Horácio Quiroga e, na área de literatura infanto-juvenil, Constancio C. Vigil. Os dramaturgos Florencio Sánchez e Jacobo Langsner completam o grupo na área teatral.

Outros escritores do Uruguai são: Francisco Acuña de Figueroa, Delmira Agustini, Álvaro García de Zúñiga, Fernando O. Assunção, Napoleón Baccino Ponce de León, Bartolomé Hidalgo, Mario Benedetti, Adolfo Berro, S. Caticha Ellis, Felisberto Hernández, Emilio Frugoni, Eduardo Galeano, Julio Herrera y Reissig, Carlos Higgie, Javier de Viana, Jacobo Langsner e Ruperto Long.

Fontes:
COSTA, Flávio Moreira da (org.). Os melhores contos da América Latina. Rio de Janeiro: Agir, 2008.
Galeno, Cicero Lopes (org.). Literaturas americanas. Porto Alegre: ediPUCRS, 2012. http://www.buscabiografias.com/bios/biografia/verDetalle/8173/Bartolome%20Hidalgo
http://pt.wikipedia.org/wiki/Categoria:Escritores_do_Uruguai

Arquivado em: Literatura