Reinações de Narizinho

O livro Reinações de Narizinho, de Monteiro Lobato, data do ano de 1931, e foi o propulsor da série “Sítio do Pica-pau Amarelo”.

Personagens: dentre as personagens criadas por Monteiro Lobato nesta obra, muitos ficaram bastante conhecidos, tais como, Emília, a boneca falante; Pedrinho e Narizinho, as duas crianças protagonistas das aventuras vividas no sítio; o Visconde de Sabugosa, um sabugo de milho que é sábio; Dona Benta, a avó; Tia Nastácia, a negra, o Marquês de Rabicó, um porco que também fala, dentre outros.

No livro há várias histórias curtas, como episódios, e não uma história longa como em um romance. As histórias foram publicadas individualmente em formato de capítulos, e posteriormente publicadas juntas. Dentre os enredos das histórias, há alguns completamente originais, e outros com junções de histórias infantis já conhecidas, ou com histórias baseadas no folclore brasileiro.

Além disso, as histórias perpassam a literatura infantil de La Fontaine, quando os meninos viajam para o Mundo das Maravilhas, através do efeito do pó de pirlimpimpim, oportunidade em que conhecem os fabulistas Esopo e La Fontaine, e acabam resgatando o Burro Falante e o levando para morar no Sítio do Picapau Amarelo. Além desse episódio, há outros em que recebem ilustres visitas como Cinderela, Branca de Neve e o Pequeno Polegar.

A história mantém uma continuidade através de pequenas deixas que vão sendo mostradas em cada capítulo e que nos fazem entender que se trata da mesma história.

O livro Reinações de Narizinho destacou-se na literatura infantil e ficou conhecido como o melhor da obra de Monteiro Lobato, consagrando-o como um dos mais importantes autores da literatura infantil brasileira. Além disso, mantinha forte relação com a linguagem, a realidade social e política da época. Hoje em dia é criticado pela abordagem “preconceituosa” em relação à negra “Tia Nastácia”, porém para o ano em que foi escrito, era completamente aceitável, visto que os pensamentos faziam parte da mentalidade da época.

Ainda assim, este clássico da literatura infantil continua atual, pois transporta os leitores para um mundo de histórias maravilhosas, provindos do mundo fantástico onde vivia a menina Lúcia, mais conhecida por nós como Narizinho.

Fontes:
http://guiadoestudante.abril.com.br/aventuras-historia/saiba-mais-livro-reinacoes-narizinho-monteiro-lobato-682983.shtml
http://pt.wikipedia.org/wiki/Reina%C3%A7%C3%B5es_de_Narizinho
http://revistaescola.abril.com.br/lingua-portuguesa/pratica-pedagogica/circulos-leitura-reinacoes-narizinho-monteiro-lobato-624879.shtml
http://globolivros.globo.com/busca_detalhesprodutos.asp?pgTipo=CATALOGO&idProduto=1588
Lobato, Monteiro, and Paulo Borges. Reinaçoes de Narizinho, V. 2. Globo Livros, 1969.

Arquivado em: Livros