Conceito de Variável

Por Marcos Duarte
No ambiente os fenômenos observados podem ser ligados a um dado conjunto de resultados possíveis. Dessa forma, variável pode ser entendida como qualquer quantidade, qualidade, magnitude... de uma característica que pode possuir vários valores numéricos.

Variável pode ser entendida como uma classificação ou uma medida; uma quantidade que se altera em cada caso ou unidade de estudo. Uma propriedade no objeto de estudo que pode ser medida e enumerada.

Variável é, convencionalmente, um elemento representante do conjunto de todos os resultados possíveis de um fenômeno.

Uma variável pode ser classificada em dois tipos:

- Quantitativa: seus valores são dados em números (idade, peso, nº de filhos...)

- Qualitativa: seus valores não são numéricos, mas sim determinadas características (sexo, cor dos olhos, raça...)

Dentre ainda as variáveis quantitativas podemos dividi-las em contínuas ou discretas.

* Variáveis quantitativas contínuas: variável que pode assumir qualquer valor dentro de um intervalo (infinito);

* Variáveis quantitativas discretas: variável que só pode assumir determinados valores dentro de um intervalo (finito).

Níveis de mensuração das variáveis

Existem níveis crescentes de mensuração. As operações admissíveis para um conjunto numérico de dados experimentais dependem do nível ou escala de mensuração alcançada por tal conjunto que, em ordem crescente são apresentados a seguir:

- Escala nominal: Quando classes ou símbolos são usados para identificar os grupos a que vários objetos pertencem, essas classes, não ordenadas, constituem uma escala nominal.

- Escala ordinal: Quando, além de classificar as unidades de acordo com as classes, a mensuração permite ordenar essas classes relativamente ao grau de classificação da variável, atinge-se o nível seguinte de mensuração denominado de escala ordinal.

- Escala intervalar: Atinge-se esse nível quando além de ordenar as classes de uma variável, podemos dizer quanto valem exatamente as diferenças entre as classes.

- Escala das razões: A escala da mensuração mais elevada, com origem zero não arbitrária e onde é possível a realização de todas as operações aritméticas.