Acupuntura

Por Thais Pacievitch
A acupuntura é uma técnica da medicina chinesa. Através da acupuntura, o chi (uma energia que permeia o corpo), é manipulado para entrar em harmonia com as energias opostas do yin e yang.

Acupuntura. Foto: Andrey Popov / Shutterstock.com

Acupuntura. Foto: Andrey Popov / Shutterstock.com

O chi só flui pelos meridianos (14 caminhos principais por onde o chi percorre todo o corpo) quando o yin e o yang estão em harmonia. As doenças, ferimentos e o mal-estar podem ser causadas, para os chineses, por alguma obstrução que impede o chi de fluir pelos meridianos.

A acupuntura, portanto, é a técnica utilizada na China há mais de 4.000 anos, para remover essas obstruções que causam dores e são prejudiciais a saúde, através de agulhas que são inseridas em pontos específicos do corpo. Durante o procedimento, as agulhas podem ser aquecidas, giradas e estimuladas por leves correntes elétricas, por ultra-som ou ainda por luz.

Os meridianos podem ser localizados através do tato ou com um aparelho específico para isso. Esse aparelho, inventado há alguns anos, mede a energia existente nos meridianos e veio a comprovar a existência dessa energia citada pelos chineses, até então muito desacreditada.

Segundo a teoria da acupuntura, as doenças não são isoladas, são sempre resultado de um desequilíbrio geral no organismo. A acupuntura curaria a doença e também esse desequilíbrio e seus sintomas.

A partir da Acupuntura Tradicional Chinesa, surgiam outras escolas de acupuntura:

Acupuntura auricular – os duzentos pontos de acupuntura auricular são localizados na orelha, sendo que cada um deles é relativo e conectado a uma ou mais partes do corpo. A técnica foi desenvolvida na França.

Acupuntura Japonesa - utiliza agulhas mais curtas e finas do que a acupuntura tradicional chinesa. Essa acupuntura tem duas formas: A acupuntura de raiz tem o objetivo de tratar o desequilíbrio de energia do corpo como um todo. A acupuntura local trata os sintomas específicos.

Acupuntura manual coreana – os pontos de energia são localizados nas mãos, e assim como na acupuntura auricular, cada um desses pontos é relativo e conectado a uma ou mais partes do corpo.

Acupuntura dos cinco elementos – trata problemas do corpo e da mente. Para essa escola, a saúde é regida pelos cinco elementos: a água, o fogo, a madeira, a terra e o metal. O equilíbrio desses elementos no corpo é o que garante a saúde.

A acupuntura é considerada uma técnica segura, desde que sejam tomadas precauções quanto às agulhas, que devem ser esterilizadas e descartáveis. O uso de anticépticos é essencial para evitar infecções.

Alguns efeitos colaterais são comuns, como irritação, dor e leves sangramentos nos locais onde foram introduzidas as agulhas.

Os seguintes sintomas e as seguintes doenças podem ser tratados com acupuntura: insônia, ansiedade, estresse, depressão, tabagismo, pânico, obesidade, seqüelas de derrame cerebral, paralisia, paralisia facial, paralisia cerebral, hemiplegia, paraplegia, tetraplegia, tendinite, hérnia de disco, torcicolo, dor lombar, dores "nas costas", dor de cabeça, resfriado, gripe, asma, sinusite, rinite, enfisema pulmonar, zumbido, faringite, bronquite, frigidez, cólica renal, ejaculação precoce, impotência sexual, diabetes e lesões por esforços repetitivos (L.E.R.).

O tratamento não é recomendado para pessoas que tomam medicação anticoagulantes, pessoas que têm dispositivos elétricos implantados, marca-passos, ou bombas de infusão.

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.