Biópsia

Por Marlene Amariz
Trata-se de um procedimento cirúrgico, onde “a coleta do material” à ser pesquisado, poderá ser realizada por profissionais da Medicina, de diversas especialidades e também por profissionais da Odontologia.

Através da biópsia, realiza-se a coleta de uma amostra de tecido, ou células, líquidos, etc. localizados em várias regiões do organismo, de órgãos internos ou externos, como por exemplo: extração de “pintas”, verrugas, ou coleta de fragmentos em um exame de endoscopia, para posterior identificação e análise, chegando-se então à um laudo esclarecedor de determinada patologia, tais como: neoplasias, formação inadequada de células, ou tecidos descaracterizados,ou ainda, diagnósticos de formações benignas.

O material colhido através da biópsia deverá ser conservado em solução de formol à 10%, em frasco previamente identificado, com os dados do paciente e o tipo de material, seja ele, na forma de fragmentos, esfregaços em lâminas, líquidos, etc., e enviado à um laboratório especializado em Patologia Clínica, para avaliação de um Médico Patologista, o qual, inicialmente, dará andamento à todo o processamento da amostra, desde a preparação, análise macroscópica e microscópica, até a emissão de um laudo denominado histopatológico, onde constarão: características físicas e quando necessário químicas do material analisado, demonstrando assim as alterações encontradas, indicando em muitos casos um diagnóstico seguro e definitivo.

Tipos de Biópsia ( “alguns exemplos”)

1) Biópsia de medula óssea
2) Estereostática
3) Na cavidade bucal: biópsia por punção, aspiração e excisão
4) Endoscópica
5) Excisional ( remoção de toda a lesão no procedimento)
6) Incisional ( remoção de um fragmento da lesão através de incisão cirúrgica)
7) Por agulha ( obtenção do material necessário através de punção)
8) Externas (pele e mucosas)

Por que solicita-se uma Biópsia?

Este exame é indicado com a intenção de diagnosticar-se vários tipos de doenças, desde as mais inofensivas, como formação de verrugas ou cistos, até as mais complicadas, como neoplasias. Porém a grande maioria de resultados finais, são mais compatíveis com patologias simples, sendo assim, nem sempre a solicitação de uma biópsia estará relacionada com diagnósticos mais sérios ou preocupantes.

No entanto, a precaução maior deverá estar focada na realização adequada da coleta, que deverá ser realizada por um profissional com habilidades para escolher a melhor área, a extensão correta, o material adequado, enfim, cuidados e detalhes que serão muito importantes na formulação final de uma hipótese diagnóstica.

Atualmente já dispõe-se de tecnologias adequadas, como os exames de imagem, entre eles: ultrassonografia, e a tomografia computadorizada, as quais poderão auxiliar grandemente na retirada do material, identificando mais precisamente a amostra que deverá ser analisada, sem expandir ainda mais a lesão, o que prejudicaria o paciente, levando-se ainda em consideração, a suspeita clínica e o direcionamento de tratamento.

Prazo de entrega dos resultados

Considerando-se que para a realização da biópsia, utilizam-se diversos procedimentos técnicos, colorações, confecção de lâminas, e ainda que normalmente tratam-se de materiais delicados, e muitas vezes únicos, os resultados poderão demorar-se um pouco mais que outros tipos de exames. Porém, os prazos são variáveis, de acordo com o tipo de lesão, e do material à ser analisado. Em média, os laudos poderão ser liberados entre 7 à 14 dias, e para exames mais minuciosos, poderão estender-se até um mês. No entanto, estes prazos são necessários para que se tenham resultados esclarecedores e conclusivos, os quais juntamente com todas as outras análises, inclusive avaliação clínica, darão seguramente ao paciente um melhor diagnóstico e adequado tratamento.

Fontes
- CCO, Texto: Dr. Ferreira, Fábio O., Ago.2002
- Clínica Humanus, Texto: Prof.Dr. Amorim, R., Profª Cavalari,C.

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.