Notas Musicais

Por Paula Perin dos Santos
Notas musicais são sinais que representam a altura do som musical. Apesar de serem inúmeros os sons empregados na música, para representá-los bastam apenas sete notas:

DÓ – RÉ – MI – FÁ – SOL – LÁ – SI

O conjunto das sete notas sucessivas, com a repetição da primeira, chama-se escala, que pode ser ascendente ou descendente. Por exemplo, a escala de Sol envolve as seguintes notas ascendentes: Sol, Lá, Si, Dó, Ré, Mi, Fá, Sol e descendentes: Sol, Fá, Mi, Ré, Dó, Si, Lá, Sol.

Estes monossílabos indicadores da altura do som foram introduzidos por Guido d’Arezzo, usados predominantemente em línguas latinas e correspondem as sete letras (sistema alfabético introduzido pelo Papa Gregório Grande, ± 540 d. C.) usadas em inglês, alemão, grego, etc.

Dó – ré – mi – fá – sol – Lá – si
C – D – E – F – G – A – B (inglês)
C – D – E – F – G – A – H (alemão)

Obs: A letra “B” representa a nota “si” em inglês; no alemão, a letra “B” representa a nota “si bemol”, e o "si" é representado por "H".

Das quatro características do som, a altura é a mais importante. Ela é determinada pela freqüência das vibrações, ou seja, se o som tiver poucas vibrações, teremos um som grave, se o som tiver muitas vibrações, teremos um som agudo.

Na escrita musical, a altura é representada pela posição da nota no pentagrama e pela clave. As notas dispostas em alturas diferentes e em ordem sucessiva, num sentido horizontal, resultam em melodia. Quando as notas estão em alturas diferentes, mas em ordem simultânea temos os acordes, que são a base da harmonia.

As notas são representadas graficamente com sinais na forma oval que, dependendo da posição em que estiverem escritas no pentagrama, indicarão os sons mais graves ou mais agudos.

Pentagrama ou pauta musical é o conjunto de cinco linhas paralelas e horizontais e quatro espaços entre elas, onde escrevemos as notas musicais. Contamos essas linhas e espaços sempre de baixo para cima.

Como só o pentagrama não é suficiente para exprimir todos os sons musicais, pois nele só cabem nove notas, foram criadas as linhas suplementares, que são curtos segmentos de linha horizontal que atuam como uma extensão do pentagrama, mantendo o mesmo distanciamento das linhas da pauta normal.

Quando essas linhas são colocadas acima do pentagrama, elas representam os sons agudos. Abaixo do pentagrama, representarão os sons graves.

O nome da nota no pentagrama é determinado pela clave, que é um sinal colocado no início do pentagrama que dá o seu nome à nota escrita em sua linha. Existem sete claves, representadas pelas figuras – Sol, Fá e Dó. Por exemplo: a Clave de Sol assinalada na 2ª linha significa dizer que o nome da 2ª linha será “sol”, então o 2º espaço será “lá”, a 3ª linha será “si” e assim por diante.

Leia também:

  1. Termos usados na linguagem musical (parte I)
  2. Termos usados na linguagem musical (parte II)
  3. Acorde

Fontes
MED, Bohumil. Teoria da Música. 4ed. Brasília-DF, Musimed,1996, p. 12-6.
GAMA, Nelson. Introdução às Orquestras e seus instrumentos. São Paulo, Britten, 2005, p. 01.