Estudantes do Ensino Médio se mostram indecisos sobre o retorno do investimento numa graduação, revela pesquisa

12/04/2017 - 15h08 - Por InfoEscola





As universidades podem combater esse problema de percepção demonstrando experiência de aprendizagem permanente, relevante para o mercado de trabalho.

As universidades brasileiras precisam fazer mais para convencer os estudantes do ensino médio de que a graduação é um investimento que vale a pena. Um estudo promovido pelo ambiente virtual de aprendizagem Canvas, da Instructure (NYSE: INST), mostrou que 30% dos estudantes do ensino médio consultados nessa amostragem feita com alunos no Brasil, não acreditam que o curso de graduação trará um retorno compensatório (ROI), outros 44%  não formaram uma opinião sobre o assunto.  Porém, quando chegam à universidade, mais da metade (54%) dos estudantes relatam que suas perspectivas mudaram.

A pesquisa sugere que há duas razões principais pelas quais os estudantes não estão convencidos de que o ensino superior compensa. A primeira é que 45% dos alunos do ensino médio buscam um currículo de conteúdos que seja relevante para o mercado de trabalho. E 30%  deles disseram acreditar que terão que complementar a graduação com outros cursos para se sentirem prontos para a vida profissional.

A segunda causa é que quatro em cada dez (40%) respondentes do ensino médio que pensam em cursar a universidade estão em busca de uma experiência de aprendizado sempre disponível, que lhes permitam acessar materiais do curso em qualquer hora ou lugar. Ao mesmo tempo, uma parcela desses estudantes não está convencida de que as universidades irão fornecer a tecnologia necessária para proporcionar essa disponibilidade. Isso pode significar que apesar do crescimento do ensino híbrido e cursos à distância no país, o acesso a conteúdo e espaço de colaboração entre alunos e professores ainda precisa crescer para atender às necessidades dos alunos.

Em geral, os alunos do ensino médio têm menos expectativas do que os estudantes universitários sobre os tipos de tecnologia que estarão disponíveis para eles usarem em seus cursos de graduação. Enquanto um terço (34%) dos alunos de graduação têm acesso a ambientes virtuais de aprendizagem (AVA), apenas um quarto (25%) dos alunos do ensino médio esperam ter acesso a plataformas virtuais quando forem para a universidade. O que se repete de forma similar quando se trata de acesso às notas do curso e informações por meio de uma intranet. Enquanto mais da metade (55%) dos graduandos já utilizam esse recurso, apenas três em cada dez (29%) futuros alunos esperam acessar esses recursos quando estiverem na universidade.

Lars Janér, diretor da Instructure para a América Latina, avalia que as universidades têm um problema relacionado à percepção que os potenciais estudantes de graduação fazem delas. “Além de muitos estudantes do ensino médio acreditarem que a educação universitária representa um baixo retorno para o investimento, existe também uma sensação de que as universidades não estão entregando adequadamente o que se espera. Por exemplo, muitos que procuram fazer uma graduação querem uma experiência de aprendizagem sempre disponível. Enquanto os atuais universitários dizem que sua instituição tem a tecnologia para apoiar e desenvolver essa abordagem, um número razoável de alunos do ensino médio não está convencido disso.”

Universidades pelo Brasil estão adotando o Canvas - uma plataforma flexível, adaptável e intuitiva baseada na nuvem – para fornecer um ambiente de aprendizagem digital. "O Canvas quer facilitar a colaboração e cooperação entre as universidades, de modo que elas possam discutir e desenvolver melhores práticas em comum para um ambiente de aprendizagem digital e, principalmente, mostrar aos potenciais estudantes o que as instituições têm para oferecer", diz Janér. “Trabalhando em conjunto com as instituições da América Latina, nós temos a capacidade de promover melhor tecnologia para dar suporte à aprendizagem e ao ensino.”

Sobre a Instructure

A Instructure, Inc é uma empresa de tecnologia de software como serviço (SaaS) que desenvolve soluções que tornam as pessoas mais inteligentes. Com a visão de ampliar o potencial das pessoas por meio da tecnologia, a Instructure criou Canvas e Bridge, que permitem às organizações em todos os lugares facilmente desenvolver, entregar e gerenciar experiências de aprendizagem online ou presencial.

Atualmente, a Instructure já conecta milhões de professores e alunos em mais de 2.000 instituições de ensino e empresas em todo o mundo. Saiba mais sobre o software Canvas e suas versões para o ensino superior (highered), fundamental e médio (K-12) em http://www.canvaslms.com/brasil e http://www.instructure.com

Arquivado em: Educação