Suevos

Por Antonio Gasparetto Junior
Os Suevos foram um povo de origem germânica que ocupava a região entre o rio Elba e Oder. Juntamente com povos de outras etnias, eles participaram da fundação da Suábia no território que hoje conhecemos como Alemanha.

Durante o século I a.C., os Suevos iniciaram um processo de migração que foi em direção ao rio Reno, em 58 a.C.. A migração desse povo se estendeu por muitos séculos, sendo que no século V d.C. eles atravessaram a Gália e atingiram por fim a Península Ibérica.

Mapa: http://tripatlas.com/Suebi

A fase de invasão da Península Ibérica pelos Suevos esteve ligada com o processo de invasões bárbaras ocorridas no século V. Juntamente com os Vândalos, os Alanos e também os Visigodos, os Suevos fundaram um reino com capital em Bracara Augusta, englobando a totalidade da província da Galácia e mais uma parte ao norte da Lusitânia. A invasão que ocorreu em 409 reservou as regiões em torno das cidades de Braga, Porto, Lugo e Astorga para estabilização dos Suevos.

O rei suevo Hermerico, cansado dos combates constantes com os galaicos na Península Ibérica, ratificou a paz em 438 com tal povo e abdicou de seu trono, passando-o para o seu filho. Mas este faleceu no mesmo ano, restando o poder então para o neto de Hermerico que, já convertido ao cristianismo, impôs a religião ao povo suevo e deu à cidade de Braga o status de localidade de grande importância dentro do reino.

Os Suevos permaneceram por muito tempo na região com o seu reino, mas enfrentou dificuldades. O caso da invasão dos alanos é uma deles, que adentraram no território e forçaram os suevos a se deslocarem para a margem direita do rio Douro. Os suevos se recolheram no território que hoje é conhecido como a cidade do Porto, mas, com o auxílio dos romanos, conseguiram expulsar os alanos e por fim às ameaças sofridas.

A efetiva decadência dos Suevos só veio no século V. Em 585, os Visigodos invadiram a Península Ibérica e destroçaram os suevos. O rei Andeca foi capturado e o reino Suevo foi anexado pelo Reino Visigodo de Toledo. Entretanto as fontes levam a crer que, mesmo com a dominação, existia certo grau de autonomia dos suevos no governo de seu reino que agora integrava o reino dos Visigodos.