Eletricista

Por Thais Pacievitch
O eletricista (pode ser residencial, industrial ou predial) é aquele profissional ao qual cabe a instalação, a vistoria para o correto funcionamento e, quando necessário, o reparo de aparelhos elétricos, eletrônicos e redes de distribuição de energia elétrica.

Fazem parte dos conhecimentos de um eletricista saber discutir os custos de uma determinada tarefa com o cliente, interpretar corretamente os projetos (diagramas uni e multifilares) de atuais ou futuras instalações, o registro da espécie de problema que aconteceu e como foi reparado, a manutenção de aparelhos elétricos e sua eventual substituição, etc.

Para exercer esta profissão e recomendável que a pessoa tenha o ensino médio completo, cursos de eletricidade e eletrônica básica, orientação da correta utilização de equipamentos de proteção individual (EPI) como luvas e óculos, por exemplo, utilização de computador e correto uso de aparelhos como multímetro, conhecer as normas técnicas que regem suas atividades e conhecer os procedimentos de segurança (primeiros socorros). Inicialmente, o eletricista é acompanhado por profissionais mais experientes para evitar acidentes e desperdícios de tempo e material.

Normalmente o curso completo para ser um eletricista engloba os seguintes conhecimentos:

1- Eletrotécnica: eletricidade, resistência elétrica, potência e energia, circuitos paralelos, em série e mistos, condensadores, magnetismo e eletromagnetismo, corrente contínua e alternada, sistemas mono, bi e trifásicos, transformadores, dínamos, motores e alternadores.

2- Instalações elétricas de Interior: representação gráfica, símbolos das instalações elétricas e segurança das instalações residenciais, prediais e industriais.

3- Segurança das Instalações Elétricas: normas de segurança no campo elétrico, prevenção dos riscos elétricos, aterramento das instalações elétricas.

Dentre as habilidades que se fazem necessárias para esta profissão, podemos destacar a atenção (saber estar atento para ouvir e registrar informações), capacidade de resolver problemas, ser capaz de executar cálculos com eficácia, dominar o uso de ferramentas de uso geral e de teste, ter boa visão e boa coordenação motora. E manter constante atualização, visto que sempre surgem novas tecnologias e aparelhos.